A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

05/08/2012 13:15

Fazendeiro desmata 11 hectares de vegetação nativa e recebe multa de R$ 55 mil

Mariana Lopes

Ele também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção

Parte da área desmatda na fazenda Esperança (Foto: PMA)Parte da área desmatda na fazenda Esperança (Foto: PMA)

O proprietário da fazenda Esperança, localizada em Cassilândia, cidade distante 418 quilômetros de Campo Grande, recebeu multa de R$ 55 mil por desmatar 11 hectares de vegetação nativa da área de preservação permanente (APP) de um córrego existente na propriedade.

Segundo a Polícia Militar Ambienta, o fazendeiro utilizava trator de esteira para desmatar a área. As atividades no local foram interditadas pelos policiais.

O proprietário rural, que não foi identificado, também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de 01 a 03 anos de detenção.

Ele foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual, no prazo de 30 dias, um plano de recuperação da área degradada.

Detentos são flagrados com celular cheio de vídeos de sexo com criança
Agentes penitenciários encontraram um celular contendo cenas de sexo com uma criança, na cela onde estão presos Luis Felipe Barbosa dos Santos, 19 an...
Dupla rende funcionários de mercado e foge levando carro e dinheiro
Funcionários de um supermercado localizado no centro de Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, foram rendidos por dois bandidos armados. Viole...
Após discussão, homem é atingido por golpes de facão e fica em estado grave
José Cláudio dos Santos, 55, está internado em estado grave após ser esfaqueado diversas vezes com um facão. Os golpes foram desferidos por um conhec...
Indígena de 21 anos é assassinado com facada no peito em aldeia
Um indígena de 21 anos foi morto no início da noite desta sexta-feira (20) após ser atingido com uma facada no peito, na aldeia Amambai, em Amambai -...



O fazendeiro irá ganhar em cima de uma aréa dessas uns R$ 5.000,000,00 paga a multa, paga a justiça, e fica livre.
 
João Guilherme em 05/08/2012 01:59:57
Rebentou as matas ciliares do córrego, degrada o curso d'água, que é o bem maior que o cara tem na propriedade. Absurdo e burrice!!!.

Parabéns à PMA. Ferro nele!!!.
 
Bruno Baque em 05/08/2012 01:55:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions