A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

05/01/2015 11:41

Governador suspende obras dos Hospitais de Dourados e Três Lagoas

Leonardo Rocha
Reinaldo ressaltou que no momento é importante ampliar atendimento e não construir novas obras (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo ressaltou que no momento é importante ampliar atendimento e não construir novas obras (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou hoje (05), que as obras dos Hospitais Regionais de Dourados e Três Lagoas vão ser suspensas neste início de governo, pois segundo ele, o importante para saúde no momento é aumentar o atendimento e não construir novos hospitais.

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

"Em relação a estas duas obras por enquanto vamos aguardar, pois por exemplo em Dourados, já existem dois hospitais prontos para funcionar, vamos buscar as parcerias necessárias para aumentar o atendimento, o que é o mesmo caso de Três Lagoas", disse Azambuja.

O tucano ressaltou que em Três Lagoas a ação imediata é investir no Hospital Auxiliadora, que segundo ele, faltam poucos recursos para concluir vagas na enfermaria, e abrir mais vagas e leitos a população.

"O importante de imediato é aumentar o atendimento e não obras, a prudência nos diz que que iniciar as construções pode durar dois anos para ficar pronto, nós precisamos urgente é abrir espaços e vagas".

Reinaldo ressaltou que esta é a mesma intenção em Campo Grande, com a conclusão do Hospital do Trauma e do Hospital do Câncer. "A saúde não precisa de obra, ela precisa de atendimento a população".

Hospital Dourados - Com R$ 19,9 milhões liberados para a primeira etapa, o hospital terá 120 leitos e será construído numa área de 5 hectares, localizada nas margens da BR-463, na saída para Ponta Porã. A área de 50 mil metros quadrados foi doada ao Estado pelo empresário Adão Parizzoto, do ramo de armazenagem de grãos.

O extrato de contrato entre a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e a empresa Stenge Engenharia Ltda. A construção da primeira etapa do hospital foi publicado no dia 22 de outubro, no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul. Após a assinatura da ordem de serviço, a empresa terá 540 dias para concluir a primeira etapa da obra.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions