A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/10/2013 11:06

Grupo armado invade delegacia e resgata 11 detentos em Ponta Porã

Aliny Mary Dias
Bandidos trancaram policiais em uma das celas (Foto: Brasiguaio News)Bandidos trancaram policiais em uma das celas (Foto: Brasiguaio News)

Cinco bandidos armados invadiram uma delegacia da Polícia Civil de Ponta Porã, na noite de ontem (20), e resgataram 11 detentos que estavam nas celas. Durante a ação, duas mulheres policiais, que estavam na delegacia, foram presas em uma cela e roubadas. 

Veja Mais
Polícia desarticula “família do tráfico” que mandava droga para Goiás
Sem salário e 13º, enfermeiros de hospital particular iniciam greve dia 12

De acordo com a Polícia Civil, uma investigadora e uma escrivã estavam de plantão na delegacia e foram rendidas pelo grupo armado. Diante da ameaça de morte, as chaves das celas foram entregues.

Das duas celas da 1ª delegacia, uma foi aberta e os 11 detentos resgatados. Segundo a polícia, as policiais eram ameaçadas com armas apontadas durante toda a ação. Além das policiais, duas pessoas que foram até a delegacia registrar um boletim de ocorrência acabaram rendidas.

Na ação, os detentos liberados foram: Afonso Silvestrim Maciel, 40 anos, Danilo Vinícius Marques Ferreira, 22 anos, Antônio Dutra, 26 anos, Rodrigo Francisco Galeano Martins, 21 anos, Wantuil Nepomuceno, 55 anos, Douglas Rafael Almeida da Silva, 22 anos, Mariano Portilho Machado, 30 anos, Agustin Guanez Ocampos, 45 anos, Anderson Daniel Dutra, 27 anos, Márcio Ortega da Rosa, 18 anos e Paulo Cezar Barbosa dos Santos, 19 anos.

Depois de resgatar os presos, a investigadora e a escrivã foram trancadas nas celas. Além de prendê-las, os homens roubaram dinheiro, documentos e celulares das policiais.

Uma equipe comandada por um delegado de Campo Grande foi enviada pela delegacia geral da Polícia Civil para Ponta Porã para auxiliar nas buscas. Os cinco homens que invadiram a delegacia e os 11 detentos não foram encontrados pela polícia.

Segundo a Polícia Civil, a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a Polícia Militar, a Polícia Federal, a Polícia do Paraguai e Força Nacional de Segurança auxiliam nas buscas.




ISSO ACONTECE PORQUE A SEGURANÇA PÚBLICA É TRATADA COM TOTAL DESCASO PELO GOVERNO, E NÃO ME REFIRO APENAS AO ESTADO DO MS. ME REFIRO À UNIÃO TAMBÉM. O ESTADO PERMITE QUE A SEGURANÇA PÚBLICA CONTINUE SUCATEADA COMO ESTÁ, E COM SALÁRIOS BAIXÍSSIMOS. E A UNIÃO, ATRAVÉS DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA CERCEA A ATIVIDADE POLICIAL COM PORTARIA DETERMINANDO QUE OS POLICIAIS NÃO PODEM ATIRAR EM MARGINAIS OU VEÍCULOS EM FUGA, NÃO SE PODE APONTAR A ARMA EM QUALQUER AÇÃO, E A CÂMARA DE DEPUTADOS APROVA UM PROJETO QUE ACABA COM O AUTO DE RESISTÊNCIA, OU SEJA, SE UM POLICIAL MATAR UM MARGINAL PRA SE DEFENDER OU DEFENDER UM CIDADÃO, ESTE POLICIAL É IMEDIATAMENTE PRESO EM FLAGRANTE, PROJETO DE LEI ESTE, QUE JÁ VIGORA. ENTÃO SENHORAS E SENHORES, ESTAMOS ENTREGUES À BANDIDAGEM.
 
JOSE SILVA BINNO em 21/10/2013 20:35:02
Nao tenho nada contra as mulheres ser Policial, mas com certeza nesse caso teriam que colocar uma escala mista, porque deixar duas mulheres de plantão em uma delegacia com mais de Dez preso é brincadeira. Sorte dessas Policias que não foram morta pelos bandidos..
 
santos filho em 21/10/2013 14:31:05
Só não entendi pra que esta "Força Tarefa",pois é só atravessara rua e já é outro Paraguai,ou eles estarão por la aguardando ???? Deveria é ter mais Policiais de Plantão,mas "sempre falta pessoal" ou "já esta sendo enviado",se é a PM o disco muda"aumentaremos o efetivo" ou "faremos mais rondas no local" a esta hora eles já estão tomando "cervejinha de 2 litros" na Casa China.Bandido é em Presidio e não em Delegacias.Depois da nisto,correria,desespero e a população no meio.
 
cristina mendes carli em 21/10/2013 14:09:49
Uma delegacia onde se encontra presos perigosos, verdadeiros bandidos os quais segundo consta relatos eram visitados por promotores preocupados com a situação deles, com o sofrimento que estavam sendo submetidos. Perguntamos agora. Será que estão preocupados com as policiais que estavam lá? O que passou no jornal é a mais pura verdade, só haverá copa se eles quiserem.
 
Marcio Azevedo em 21/10/2013 13:46:27
vamos ver quantos moradores de rua a SSP vai acusar desta vez.mas tudo bem, aqui em MS o PCC não está agindo, temos policiais de sobra, bem treinados, equipados e com excelente salário.tá tudo bem.
 
Carlos Henrique em 21/10/2013 12:38:28
Que moral fica a polícia com uma situação como essa? Como é que o uma secretaria de segurança pública pode justificar tal desmoralização? Isso é ridículo, um absurdo. Uma delegacia de polícia sofrer uma invasão de cinco homens fortemente armados e eles resgatam 11 presos. Presos tem q estar em presídios. Na delegacia apenas dois agentes estavam trabalhando. Como o Governo do Estado pode explicar isso? Já somos reféns de bandidos, andamos assustados aqui em Ponta Porã, com assaltos a mão armada em plena luz do dia e ninguém faz nada. Ta muito complicado. Uma delegacia de polícia não pode passar por uma situação vergonhosa como essa. Depois começam a fazer justiça com as próprias mãos, vão rotular moradores de Ponta Porã como violentos. Absurdo o que está acontecendo
 
Ednilson Ramão Vilhalba em 21/10/2013 11:50:54
Politica do remédio, depois que acontece tentam remediar mando uma força tarefa, o correto seria prevenir, e se tivessem matado as policiais, iriam trazer a vida delas de volta. precisamos de uma segurança publica seria, responsável, estruturada, equipada e com efetivo.
 
lucidio souza em 21/10/2013 11:32:24
Porque eses presos estavam na cela da Delegacia, a lei é clara, presos nos presídios.
Responsável o estado que não faz a sua parte. Acoooooooooooooda Brasil
 
Adao Jose Calacio em 21/10/2013 11:21:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions