A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

18/01/2015 13:02

Homem de 40 anos é espancado, tenta fugir e é morto com 33 facadas

Viviane Oliveira

Um homem de 40 anos foi espancado e morto na manhã de hoje (18), na Rua Mello Taques, no Jardim Brasília, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande. A vítima, Edílson Fernandes de Souza ainda tentou fugir e pediu para não ser morto, mas não teve jeito. O acusado de ter cometido o crime, Damião Pereira da Silva, 29 anos, foi preso em flagrante.

Veja Mais
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Desaparecida há dois dias, jovem é encontrada morta às margens da MS-427

De acordo com boletim de ocorrência, a vítima seguia em uma bicicleta, quando Damião que conduzia uma motocicleta se aproximou e passou a espancar a vítima a jogando contra o muro de uma casa no local.

Com uma faca em mãos, Damião gritava “vou te matar” e Edílson pedia para não ser morto. Mesmo assim, o autor passou a atingir a vítima com várias facadas. O homem ainda tentou fugir do agressor, mas foi alcançado. Furioso, Damião batia e esfaqueava a vítima. Edílson morreu no local. Após o crime, o agressor saiu correndo no sentido Jardim América e jogou a faca em um terreno baldio.

À Polícia, testemunhas disseram que Edílson, conhecido por Cabelo, já havia batido em Damião, que é ex-presidiário. Os dois costumavam beber juntos. A vítima foi morta com 33 facadas, seis no tórax, três no antebraço esquerdo, uma na mão esquerda, uma no pescoço, uma na cabeça, duas na axila direita, duas no antebraço direito, uma na mão, uma na perna direita.

Ainda conforme registro policial, testemunhas informaram que o autor estava com ciúmes da ex-esposa, que havia dançado com a vítima em uma festa. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil e será investigado pela Delegacia de Polícia Civil da região. 

Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Diones Luiz Pedrosa Farias, 21, foi encontrado morto com o pescoço cortado com uma faca, na rodoviária de Amambai, distante 366 km de Campo Grande, n...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions