A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

21/07/2015 12:03

Homem preso pelo DOF tentou matar a cunhada em São Paulo, mas arma falhou

Helio de Freitas, de Dourados
Gerson da Silva Filho foi preso em um ônibus entre Amambai e Coronel Sapucaia (Foto: Divulgação/DOF)Gerson da Silva Filho foi preso em um ônibus entre Amambai e Coronel Sapucaia (Foto: Divulgação/DOF)

Gerson Marques da Silva Filho, 36, preso em uma barreira do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na tarde de domingo (19) quando viajava em um ônibus entre Amambai e Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai, tentou matar a cunhada, Vanessa dos Santos, na noite de 31 de janeiro de 2012, em São Miguel Paulista, região leste de São Paulo (SP).

Veja Mais
Corpo encontrado em rio é de trabalhador que desapareceu no domingo
Jovens são rendidos em frente de casa por dupla armada durante a madrugada

De acordo com o site do Tribunal de Justiça de São Paulo, Gerson da Silva Filho ainda não foi julgado pela tentativa de homicídio contra a cunhada e contra a então mulher, Viviane Rosane da Silva. Esse processo não sofre movimentação desde 3 de novembro de 2012.

Porte de arma – No dia 26 de junho de 2013, Gerson da Silva Filho foi condenado a dois anos de prisão em regime aberto por crime do sistema nacional de armas (por portar o revólver usado para ameaçar a cunhada). A sentença foi dada pela juíza da 31ª Vara Criminal de São Paulo, Vanessa Strenger.

Em depoimento na mesma audiência, Vanessa dos Santos contou à juíza que por volta de meia-noite daquele dia, Gerson da Silva Filho chegou em sua casa e disparou três tiros na direção da residência antes de colocar a arma em sua cabeça.

“Abriu a porta e escutei ele gritando. A polícia foi chamada, ele voltou e invadiu a casa. Estava armado e tentou efetuar disparo. A bala picotou. Ele ficou o tempo todo com a arma na minha cabeça, efetuando outros dois disparos que também picotaram. Ele saiu e ainda efetuou outros dois disparos na rua, mas estes não picotaram. Ele agiu assim porque tinha brigado com a minha irmã”, afirmou a vítima, de acordo com a sentença.

Na mesma audiência, a juíza Vanessa Strenger substituiu a pena privativa de liberdade por prestação de serviços à comunidade por um ano e pagamento de pena pecuniária no valor de um salário mínimo. Não há informação no sistema o motivo que levou a Justiça a declarar Gerson Marques da Silva Filho foragido. Após ser preso pelo DOF, ele foi levado para a delegacia de Coronel Sapucaia.

Jovens são rendidos em frente de casa por dupla armada durante a madrugada
Três jovens, todos com 21 anos, foram rendidos enquanto estavam em frente de casa por dois ladrões armados, que chegaram a pé. Eles foram obrigados a...
Embriagada e cansada de apanhar, mulher mata marido com facada
Embriagada e cansada de apanhar, Maria Aparecida Ortiz, 49, matou Luis Carlos Ajala, 41, com uma facada no braço direito. Ele perdeu muito sangue e v...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions