A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

30/12/2010 23:34

Hospital Evangélico de Dourados amplia atendimento pelo SUS

João Humberto

Com o gerenciamento do HM (Hospital da Mulher) passando para o HU (Hospital Universitário), já a partir das 19h desta sexta-feira, a prefeitura de Dourados teve que rever o contrato firmado com o HE (Hospital Evangélico), que era o responsável pela administração da rede pública hospitalar do município, incluindo o HM.

Por meio do novo contrato, a prefeita Délia Razuk (PMDB) conseguiu que o atendimento no Evangélico, pelo SUS, seja ampliado. A assinatura do convênio foi formalizada na tarde desta quinta-feira pela prefeita e pelo presidente da Associação Beneficente Douradense, gestora do HE, Abel Ferreira de Almeida.

O procurador geral do município, Sérgio Henrique Pereira, disse que a elaboração do documento foi acompanhada desde o início, pelo MPE (Ministério Público Estadual). Ele ressaltou que tudo foi feito dentro da transparência, para evitar qualquer tipo de irregularidade que possa ser convertida em prejuízo para o usuário do SUS (Sistema Único de Saúde).

A partir de agora, o Evangélico também vai oferecer atendimento na área de cirurgia pediátrica, endoscopia, fisioterapia, nefrologia, pediatria e clínica médica, além do aumento no número de procedimentos e leitos para pacientes do SUS. Ela lembrou ainda que o hospital não se responsabilizará em atender apenas os pacientes de Dourados, mas dará cobertura a 28 cidades da macroregião.

É previsto ainda no convênio entre a prefeitura e o hospital, a possibilidade tanto do Poder Executivo como do Poder Legislativo, fiscalizar o trabalho realizado pelo contratado. Para a prefeita essa cláusula é fundamental para que haja um acompanhamento da aplicação dos valores repassados.

Também durante o ato de assinatura do contrato a direção da Associação Beneficente Douradense fez o repasse de todos os bens adquiridos com a verba repassada pelo município durante a vigência do contrato anterior, feito na administração passada. Em valores esses bens foram avaliados em quase R$ 1 milhão.

De acordo com o assessor jurídico do gabinete, Paulo César Nunes, todos os bens entregues ao município serão catalogados e farão parte do patrimônio público municipal. A partir daí, se o hospital necessitar de algum equipamento, eles serão oficialmente cedidos.

O assessor jurídico explicou que até então, administrando o Hospital da Mulher, o Evangélico recebia em média R$ 3 milhões mensais e agora passará a receber R$ 2,4 milhões, fora mais leitos e especialidades. Já para o HU, com o Hospital da Mulher o município vai repassar cerca de R$ 2 milhões. (Com informações da assessoria).

Vizinhos acionam a polícia depois que mulher é agredida por esposo violento
Mulher de 29 anos teve de ser encaminhada a uma unidade de saúde devido as agressões do marido, 37, que a feriu no rosto durante uma discussão esta t...
Jovem é preso em flagrante depois de ter incendiado a casa da mãe
Jovem de 19 anos foi preso depois de ter incendiado a casa da própria mãe, 43, esta tarde (21) no Jardim Brasilândia em Dourados, cidade a 233 quilôm...
Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions