A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/10/2011 17:20

Hospital Regional de Ponta Porã ficou 5 dias sem furadeira cirúrgica

Paulo Fernandes

Secretário de Saúde disse que o problema já foi resolvido.

No Hospital Regional Dr. José de Simone Neto, em Ponta Porã, uma mulher temia ter uma das pernas amputadas por falta de uma furadeira cirúrgica. O secretário municipal de saúde, Josué da Silva Lopes, garantiu neste sábado que o problema já foi resolvido.

“Temos quatro furadeiras cirúrgicas. Elas chegaram ontem. Compramos três novas e temos mais uma, que foi consertada”, afirmou Josué.

Ele disse que foi a primeira vez que o hospital se viu sem furadeiras cirúrgicas. “Nunca havia acontecido antes; pifou cinco de uma vez só”, disse.

O secretário garantiu que todos os casos de pacientes que não podiam esperar, como aqueles com fraturas expostas, foram transferidos para outras cidades.

Segundo ele, esse não era o caso da Aparecida Lourenço, que procurou a imprensa. “Me ajude (sic), façam alguma coisa pela gente pelo amor de Deus”, afirmou a paciente em entrevista ao Jornal da Praça, de Ponta Porã.

Vítima de um acidente, ela deu entrada no Hospital Regional na última segunda-feira com duas fraturas em uma das pernas. “Há cinco dias estou só com uma tala”, reclamou. A furadeira era necessária para colocar os pinos na perna fraturada.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions