A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/12/2014 22:26

Idosos já podem fazer o cartão para transporte coletivo

Vania Galceran
Idosos fazem fila para adquirir cartão. (Foto: site Dourados Agora)Idosos fazem fila para adquirir cartão. (Foto: site Dourados Agora)

Os idosos que vivem em Dourados já podem procurar a Central de Vale Transporte, no Terminal Rodoviário, para fazer o Cartão de Vale Transporte do Idoso. A medida está valendo desde a publicação no Diário Oficial do Município, no dia 1º deste mês, conforme decreto nº 1452, assinado pelo prefeito Murilo Zauith.

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

O cartão eletrônico é fornecido pela operadora do transporte público. Para obter o cartão o idoso precisa fazer o cadastro no guichê da Medianeira, empresa que presta serviço no transporte público em Dourados. Os documentos necessários para fazer o cartão são: identidade original, CPF, título de eleitor e comprovante de residência atualizado.

A partir da data de publicação do decreto, o idoso terá 90 dias para fazer o cadastramento e obter o cartão, que é entregue na hora. A revalidação é anual. O recadastramento deverá ser feito antes do vencimento, que coincidirá com a data de aniversário do beneficiado. “A medida visa facilitar e agilizar a vida dos idosos de Dourados e, acima de tudo, promover a cidadania”, afirmou o prefeito.

Controle

A fiscalização do uso devido do cartão será feita através de dispositivo biométrico instalado junto ao bloqueio eletrônico (catraca) no ônibus. O sistema biométrico é um equipamento que fotografa a pessoa no momento em que ela faz a inserção do cartão no dispositivo para entrar no ônibus.

Essas fotos são conferidas automaticamente na central com a foto da pessoa beneficiada e usuária do cartão. É um sistema utilizado com muito sucesso em grandes cidades brasileiras. Em Dourados o sistema biométrico já é utilizado no controle do passe do estudante há dois anos, sendo comprovada a sua eficiência.

Caso o sistema verifique o uso irregular, a operadora é obrigada pelo decreto a comunicar a Agetran (Agência de Transporte e Trânsito) para as devidas providências. A utilização indevida do cartão eletrônico do idoso, como, por exemplo, emprestar ou negociá-lo com outra pessoa, e também declarações falsas no cadastramento, acarretará sansões civis e criminais cabíveis. O cartão será bloqueado e o beneficiado poderá até perdê-lo definitivamente, de acordo com a infração praticada.

Serviço - A Central de Vale Transporte funciona das 7h às 11 e das 13h às 17h, de segunda a terça-feira.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions