A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

21/07/2014 17:48

Indígena atropelada morre em hospital e manifestantes mantêm rodovia interditada

Mariana Lopes
Rodovia está fechada desde a noite de ontem (Foto: Dourados Agora)Rodovia está fechada desde a noite de ontem (Foto: Dourados Agora)

A indígena Lenilza Nunes Fernandes, 46 anos, que foi atropelada na tarde de ontem (20), na MS-156, próximo a Dourados, morreu a pouco no hospital, após ficar um dia internada no UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Desde o acidente, um grupo de índios bloqueia o trecho da Perimetral Norte, no município, a 233 quilômetros de Campo Grande, e promete não liberar a via até que seja garantida a instalação de um redutor de velocidade no local.

Veja Mais
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas
Pajero com 5 passageiros sai da pista, capota e “sobe” em poste de energia

Segundo o secretário de Governo de Dourados, José Jorge Filho, que esteve na rodovia na tarde de hoje para conversar com os manifestantes, os indígenas estão irredutíveis e a posição deles foi ainda mais severa quando souberam da morte de Lenilza. “Eles estão nervosos e prometem que a rodovia ficará trancada até serem atendidos”, ressalta o secretário.

A rodovia foi interditada com pedaços de galhos e madeiras na noite de ontem. A comunidade pede redutor de velocidade, lombada e passagens de pedestres e ciclistas, o que já existe na rodovia, entre Dourados e Itaporã. Eles querem ainda que sejam instaladas placas de sinalização indicando o local como área indígena.

Segundo o presidente do Conselho Indígena, o caiuá Silvano da Silva Duarte, foram três atropelamentos de índios em 90 dias e o bloqueio quer chamar atenção da classe política por mais segurança na via. "Não tem segurança. Aqui, isso não vai acontecer de novo", desabafa.

Conforme explica o secretário de Governo de Dourados, o prefeito do município, Murilo Zauith (PSB), entrou em contato com o gabinete do Governo de Mato Grosso do Sul, que é responsável pela rodovia, mas, segundo informações, o governador está em viagem pelo interior do Estado.

“Estão tentando agendar uma reunião entre um representante do Governo com os líderes indígenas para os próximos dias”, garante José Jorge Filho. O secretário ainda ressalta que os índios prometeram fechar outros trechos de acesso a Dourados caso não sejam atendidos.

Homens da Força Nacional estão no local orientando motoristas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions