A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

14/02/2014 10:19

Indígena que foi agredido por grupo morre no Hospital da Vida

Viviane Oliveira

O indígena André da Silva Cabreira, 27 anos, que foi espancado no domingo (9), morreu no Hospital da Vida nesta quarta-feira (13), em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Após deslizamento e risco a usuários, MS-295 é totalmente interditada

De acordo com o site Dourados News, André foi encontrado pela mãe, Lourdes Cabreira, caído na Avenida Guaicurus com vários ferimentos pelo corpo e com sinais de espancamento.

Ainda conforme o site, no momento em que a vítima foi socorrida para a unidade hospitalar, a vítima contou que foi agredida por um grupo, sendo um deles a esposa Sandra, e uma pessoa identificada por Paraguaio.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do município. André morava na aldeia Bororó.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação
A Justiça Federal bloqueou R$ 1.743.189,84 em bens de Edvaldo Alves de Queiroz, o Tupete, ex-prefeito de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grand...



se até a esposa bateu é por que alguma coisa ele fez. Ops esqueci que se trata de um índio e agora vai virar martire da causa indígena por terras. Brancos serão responsabilizados pela morte, ONGs e CEMI viram em defesa do morto e rodovias serão fechas em protesto ao ocorrido. NADA de diferente do que já ocorreu antes.
 
Alex André de Souza em 14/02/2014 12:09:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions