A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

04/06/2013 11:36

Indígenas de Dourados fazem manifestação na MS-156 e não descartam invasões

Aliny Mary Dias
Manifestação ocorre às margens da MS-156 em Dourados  (Foto: Dourados Agora)Manifestação ocorre às margens da MS-156 em Dourados (Foto: Dourados Agora)

Um manifesto organizado por índios da aldeia Bororó e Jaguapiru em Dourados foi realizado às margens da rodovia MS-156 na saída da cidade para Itaporã. De acordo com o site Dourados Agora, a manifestação ocorreu em apoio aos indígenas de Sidrolândia em razão da morte do terena Oziel Gabriel, de 35 anos, durante a reintegração de posse da fazenda Buriti.

Veja Mais
Índios prometem fechar rotatória da MS-156 na manhã desta terça-feira
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul

Um dos líderes da comunidade afirmou à reportagem que quatro propriedades rurais da região podem ser ocupadas por indígenas e a promessa de fechar a rodovia continua. O trecho chegou a ser bloqueado durante 1 horas, mas a té o fim da manhã o tráfego estava liberado.

O líder indígena, Leomar Mariano, disse que a reivindicação das terras é legítima. “Queremos um lugar onde possamos criar nossos filhos e que nossos filhos possam criar os deles. Uma terra que já era nossa há muito tempo”, afirma.

Assim como acontece nas regiões de Sidrolândia, Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti, em Dourados o clima também é tenso desde o dia 30 de maio quando Oziel foi morto durante a reintegração de posse em Sidrolândia.

Ao todo, os indígenas querem 17 mil hectares de terras que compreendem 33 fazendas na região de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti. Nas cidades de Douradina, Amambai e Caarapó os indígenas também farão protestos nas rodovias.




vai sair mais morte, a policia não sabe lidar com a situação e os indios são meio que intocaveis devido às nossa leis estupidas.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 04/06/2013 17:48:34
lamentavel a morte do indio oziel e ninguem sabe quem foi o autor do disparo fatal, nao podendo descatar a hipotse de ter sido um de seus patricios!? E o produtor rural morto covardemente em douradina, niguem lembra!?
olha que todo mundo sabe quem foram os covardes autores!
 
alexandre saraiva em 04/06/2013 16:16:44
Sra. ou Srta.
Maria Alves,

Tudo q disse e a mais pura verdade. Complemento dizendo de que quando qualquer cidadão senta a mesa, a alimentação q ele desfruta (Pão,Carne,Legumes,Arroz,Feijão etc) não vem de nenhuma aldeia indígena e sim do produtor rural.
Como já temos conhecimento, toda e qualquer área que fora destinada aos Índios, onde se produzia, transformou-se em nada (Ex. Raposo serra do Sol - RO) devido a indolência e preguiça dos mesmos.
 
Marco Aurelio de Souza Perez em 04/06/2013 15:12:30
líder indígena, Leomar Mariano, disse que a reivindicação das terras é legítima. “Queremos um lugar onde possamos criar nossos filhos e que nossos filhos possam criar os deles. Uma terra que já era nossa há muito tempo”, afirma.
Porque eles não fazem que nem os demais fazedeiros? Os fazedeiros não roubaram as terra de ninguém, compraram e são terras que estão produzindo, agora os indios chega lá e vai tomando E ACHAM QUE TÃO CERTO???Porque não vão pra Brasilia, revendicar terra do governo??? Só querem as que já estão prontinha. Aposto que nem vão plantar nada pois a preguiça não deixa, só querem sombra e água fresca, infelismente é isso...
 
maria alves em 04/06/2013 12:37:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions