A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

08/07/2013 12:19

Índios desistem de invasão em Miranda para não quebrar acordo

Aline dos Santos

Os índios terenas anunciaram que  vão sair ainda hoje da fazenda São Pedro do Paratudal, em Miranda, que pertence à família do ex-governador Pedro Pedrossian.

Veja Mais
Índios invadem fazenda de filho do ex-governador Pedro Pedrossian
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

De acordo com o cacique Clenivaldo Pires Xavier, o recuo será para não quebrar um acordo, que estabelece que não haveria novas ocupações até 5 de agosto. Nesta data, deve ser anunciado o valor de indenização por 15 mil hectares da terra Buriti, em Sidrolândia.

“Esse grupo não sabia que o acordo foi feito”, explica o cacique. Portanto, os terenas vão retornar à aldeia Babaçu, na terra Cachoeirinha.

Com 700 hectares e 600 cabeças de gado, o imóvel rural pertence ao filho do ex-governador. Segundo Pedro Paulo Pedrossian, foi a primeira invasão na propriedade. As ocupações são constantes em outra fazenda da família, a Petrópolis. Ele registrou Boletim de Ocorrência e ia cobrar a retomada da posse da fazenda.

Os terenas chegaram às 5h desta segunda-feira e 30 ocuparam a sede. Conforme o proprietário, uma liminar do STF (Supremo Tribunal Federal) lhe garante a posse da terra. Por outro lado, ele aceita sair caso seja paga indenização no valor de mercado. Até então, o pagamento é só por benfeitorias. Ele avalia que o preço do hectare é R$ 7 mil. Desta forma, a indenização só pela terra nua gira em R$ 4,9 milhões.

Índios invadem fazenda de filho do ex-governador Pedro Pedrossian
Índios invadiram a fazenda São Pedro do Paratudal, em Miranda, na manhã desta segunda-feira. Com 700 hectares e 600 cabeças de gado, o imóvel rural p...
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário
Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande - completa no domingo (11) 63 anos de emancipação e vai receber várias atrações para comemora...



Acho que iria desaparecer muito índio.
 
Nilson André em 08/07/2013 18:21:09
A questão fundiária no Brasil para chagar a uma solução, necessita unicamento do ato de querer do Governo Federal. Quem deu estes títulos aos fazendeiros foi próprio GOVERNO FEDERAL E CABE UNICAMENTE a EELE resolver. Os fazendeiros assim como os índios não tem culpa. POOOOREEEMMMMM, isto não acontece sabem porquê? Porque aqueles que estão no governo são aqueles que tem as propriedades ou parentes em terras consideradas terra tradicionalmente dos indios.
A midia por talves desconhecer a questão coloca a retomada de terra indigena como invasão. O Brasil não foi descoberto mas IIINNNNNVAAADDDIIIDDDOOO !!!!!!!!!
ÓK!!! A TERRAAAAA èèèèèè DOOOOOO iiiiiiiiiiinnnnnnndiioooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!
 
Edvaldo Santos em 08/07/2013 14:46:22
Brincadeira, se fosse a fazenda do Tião eles não iam sair mas como é do Pedrossian, melhor sair para não sumir indio por aí... Pedro Paulo, a indenização quem calcula é o governo amigo se voce diz que o equitare tá valendo 7 mil o governo com certeza avalia em 70 reais o valor do equitare... se fizer do modo que faz com todo mundo é isso ai, eles avaliam em 1% do valor correto, de mercado, fazem até documento provando que o valor é o que eles dão mesmo, e aí tem que vender senao perde.... viva o Brasil!! viva os sem terra!!! viva o pt!!!!
 
moacir cafaro em 08/07/2013 13:05:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions