A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

07/10/2014 14:30

Internos planejavam roubos de caminhões dentro de presídio de segurança máxima

Helio de Freitas, de Dourados
Os presos Zaza Gordo e Zé Banguelo planejaram quatro roubos de dentro da Phac (Foto: Divulgação/Defron)Os presos Zaza Gordo e Zé Banguelo planejaram quatro roubos de dentro da Phac (Foto: Divulgação/Defron)

Dois condenados que cumprem pena na Phac (Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorin Costa), em Dourados (a 233 km de Campo Grande), planejaram e ordenaram quatro roubos de caminhões usando a tática do falso frete. A Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) descobriu que os dois tramaram os assaltos e, de dentro do presídio, fizeram contato com as vítimas e com os cúmplices, que executaram os crimes.

Veja Mais
Ônibus colide em carro, arranca duas árvores e só para ao bater em muro
Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes

Ricardo Benites dos Santos, 46 anos, o “Zaza Gordo”, e Paulo Alberto Marques, o “Zé Banguelo”, foram levados ontem à tarde do presídio para a sede da Defron em Dourados, onde foram indiciados por roubo dos caminhões. No mesmo dia eles voltaram para a penitenciária.

De acordo com nota oficial divulgada nesta terça-feira, as investigações começaram em julho deste ano depois que motoristas de caminhões de frete começaram a ser atraídos a Dourados para serviços que não existiam, eram dominados por assaltantes e roubados.

Os falsos contratantes chamavam os motoristas para transportar mudanças, veículos e maquinários agrícolas. Dominados sob a mira de armas, os motoristas eram deixados amarrados no mato até que os caminhões roubados chegassem ao Paraguai.

Segundo a Defron, foram quatro roubos semelhantes, todos planejados pelos dois internos da Phac e solucionados pela polícia. Os veículos foram recuperados e entregues às vítimas. Sete cúmplices dos dois presidiários foram presas em flagrante por envolvimento nos crimes e outros suspeitos continuam sendo procurados. Os nomes dos envolvidos já presos não foram divulgados.

O último caso ocorreu no dia 30 de setembro, quando o motorista de um caminhão de mudanças de Paranaíba foi atraído a Dourados para supostamente levar uma mudança até Aparecida do Taboado. Ele foi dominado por três assaltantes próximo à BR-463, no perímetro urbano de Dourados. Levou coronhadas na cabeça, mas conseguiu escapar.

Conforme a Defron, os assaltantes chegaram ao Paraguai com o caminhão depois de conseguirem fugir da Polícia Militar em Ponta Porã, mas o veículo acabou sendo recuperado por policiais paraguaios em Pedro Juan Caballero.

As investigações revelaram que Ricardo dos Santos negociava os caminhões roubados com receptadores do Paraguai e fazia as ligações para atrair as vítimas até Dourados. Paulo “arrebanhava” os assaltantes para o crime e também ligava para vítimas, forjando o frete.

Os presidiários confessaram participação nos crimes e foram indiciados por “roubo majorado pelo concurso de pessoas, pelo emprego de arma de fogo, restrição de liberdade à vítima e associação criminosa”.

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...
Homem tem carro roubado por assaltantes armados na MS- 289
Assaltantes armados renderam o condutor de um veículo modelo Vectra e roubaram o carro por volta das 23h desta sexta-feira (9) na MS-289, em Amambai ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions