A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

13/02/2012 08:38

Jornalista é morto com cinco tiros em Ponta Porã

Francisco Júnior

Jornalista foi atingido por cinco tiros

Jornalista foi atingido com cincos tiros. (Foto:Lile Correa)Jornalista foi atingido com cincos tiros. (Foto:Lile Correa)

O jornalista e escritor Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, 51 anos, mais conhecido como Paulo Rocaro, foi morto a tiros por volta das 23 horas de ontem (12), em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

Segundo o registro policial, Paulo Rocaro conduzia um veículo Fiat Idea pela avenida Brasil, que faz fronteira com o Paraguai, quando foi abordado por dois homens em um motocicleta.

Na sequência, a dupla efetuou 12 disparos. O jornalista foi atingido com cinco tiros. Ele foi socorrido ainda com vida para o hospital do município. Mas, por volta das 4h20, Rocaro não resistiu aos ferimentos e morreu.

O jornalista era chefe do Jornal Da Praça e diretor do Site Mercosul News. A Polícia ainda não identificou os suspeitos do crime.




È muito triste saber que ninguem tem mais amor de DEUS no coracao e tirar a vida de uma pessoa, so DEUS para confortar o coracão da familia e dos amigos... esperar a justica da terra que acham os culpados,vamos orar para que DEUS faca justica com estas pessoas.
 
Rosa Aparecida Oviedo dos Santos em 13/02/2012 11:32:58
É lamentavel que os dirigentes deste estado ainda não tenham tomado uma atitude mais forte para acabar com esta violencia cruel patrocinada por pistoleiros,é um absurdo que os fatos se sucedem a todo instante e nada é feito, se querem ter um estado reconhecido a nivel nacional deve se acabar com esta violencia primitiva afinal não estamos no velho oeste americano, ou seja século 18.
 
jairo borges em 13/02/2012 10:17:21
SÓ RESTA AGORA TORÇER PARA QUE APOLICIA PRENDA OS CULPADOS E CADEIA PRA ELES
 
antonio rocha em 13/02/2012 09:59:18
Que Deus console a familia que fica, é lamentável esse fato, é óbvio que é uma tentativa de calar a verdade, que esse crime não fique impune, que os culpados sejam presos e condenados por tal ato de covardia. Admiro o trabalho dos jornalistas investigativos, são muito corajosos, verdadeiros heróis levando a informação nua e crua, doa a que doer, que Deus guarde todos eles do homem mal.
 
RUDI CARLOS em 13/02/2012 07:27:35
O Clube de Imprensa de Ponta Porã (MS) e o Clube de Imprensa da Região Sudoeste (MS) lamentam profundamente o ocorrido com o jornalista Paulo Roberto Cardoso Rodrigues. Enquanto profissionais da imprensa convocamos os órgãos de segurança do Brasil e do Paraguai para que nos dê uma resposta o mais rápido possível. Assinam: Diovane Cesar Silva - CIPP e Hildebrando Procópio - CIRS.
 
Luis Henrique Correa em 13/02/2012 05:08:08
Aquela fronteira é terra de ninguém,oque acontece ali,fica por ali mesmo,uma vergonha,desacredito que apurem os responsáveis.
 
Ricardo Guerra Vieira em 13/02/2012 04:18:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions