A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 01 de Agosto de 2014

05/10/2011 09:17

Jovem de 24 anos é preso acusado de estuprar irmã de 10 anos

Paula Vitorino

Um jovem de 24 anos foi preso na noite desta terça-feira (4) acusado de estuprar a própria irmã, de 10 anos, no município de Batayporã. Segundo a menina, ela era obrigada a manter relações sexuais há cerca de um mês.

Veja Mais
Professores se reúnem com secretária e devem encerrar greve na segunda-feira
Comerciantes e autoridades voltam a se reunir sobre segurança na fronteira

O abuso sexual só foi descoberto ontem, quando a menina sentiu fortes dores abdominais e contou para a professora. A educadora encaminhou a aluna para uma psicóloga e em seguida o caso foi comunicado ao Conselho Tutelar.

O rapaz foi preso em uma fazenda localizada na zona rural do município de Batayporã, onde mora com a mãe e a irmã. Ele e a criança foram submetidos a exames de corpo de delito.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Luiz Quirino Antunes Gago, o rapaz não confessa o crime, mas também não nega. A mãe dos irmãos diz que não sabia dos abusos.

Ainda segundo ele, as provas testemunhais já caracterizam o crime, no entanto, ele aguarda o laudo dos exames. O jovem está preso na delegacia com mandado de prisão temporária e o seu nome não será divulgado para preservar a criança.

O caso foi acompanhado por membros do Conselho Tutelar de Batayporã, além de uma assistente social e uma psicóloga.

Veja Também
Professores se reúnem com secretária e devem encerrar greve na segunda-feira
O Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) faz reunião neste fim de tarde para discutir a proposta feita pela Secretaria de Educaçã...
Comerciantes e autoridades voltam a se reunir sobre segurança na fronteira
Autoridades e representantes de entidades do comércio de Ponta Porã, distante 323km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai, se reuniram hoje (0...
TJ mantém condenação de homem que matou mulher e enterrou corpo
A 1ª Câmara Criminal do TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul manteve, em decisão unânime dos desembargadores, a condenação à pena de 17 ano...


imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions