A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

01/02/2012 23:08

Jovem que estuprou e assassinou indígena em Dourados é preso e confessa crime

Elverson Cardozo
Carlos Bertoncino vai responder pelo crime de homicídio qualificado. (Foto: Dourados Informa)Carlos Bertoncino vai responder pelo crime de homicídio qualificado. (Foto: Dourados Informa)

Carlos Bertoncino, de 24 anos, foi preso no final da manhã desta quarta-feira (1), em Dourados, município distante 225 quilômetros de Campo Grande. Ele confessou que estuprou e assassinou a golpes de enxada uma indígena de 61 anos, na noite do último sábado (28), na Aldeia Jaguapirú.

Além de assumir o crime, à polícia o jovem deu detalhes da ação. Carlos contou que encontrou a vítima em uma estrada vicinal, próxima a uma plantação de soja, quando resolveu estuprá-la.

A indígena relutou, mas acabou sendo abusada pelo rapaz que, após o ato, ainda teve coragem de golpeá-la até a morte com uma enxada. Em depoimento, Carlos contou ainda que primeiro arrancou as pernas, depois os braços e, em seguida, a cabeça da vítima.

Para finalizar o massacre, com um facão, o jovem golpeu o tórax da indígena e quase a partiu no meio.

Enquanto prestava depoimento no 1º distrito policial da cidade, Carlos confessou outros crimes. Em 2006 ele assassinou e decapitou uma jovem no município de Naviraí, a 366 quilômetros de Campo Grande.

Em 2011 praticou outros dois assassinatos. No mês de março matou Rodrigo Nunes Garcia e, em maio, um indígena. Segundo o delegado Luiz Augusto Milai, todos os homicídios foram praticados com arma branca.

Carlos Bertoncino foi preso por agentes da Força Nacional e Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). Ele será autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado.

(Com informações Dourados Informa)

Adolescente morre ao ser esfaqueado por cunhado durante velório
Jonardo Irala, 17, foi morto com uma facada na altura do peito durante discussão com o cunhado, enquanto participavam de um velório que acontecia na ...
Empresa terá de pagar R$ 30 mil à viúva de caminhoneiro morto em acidente
A viúva de um caminhoneiro de Nova Andradina, município a 300 km de Campo Grande, vai receber R$ 30 mil em indenização pela morte do marido, ocorrido...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions