A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

10/10/2014 14:00

Jovem se apresenta e diz que matou desafeto durante troca de tiros

Helio de Freitas, de Dourados
Lucas Teixeira, ao lado de advogado, ao se apresentar no 1º Distrito Policial e assumir assassinato ocorrido na quarta-feira (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)Lucas Teixeira, ao lado de advogado, ao se apresentar no 1º Distrito Policial e assumir assassinato ocorrido na quarta-feira (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)

Um rapaz de 18 anos se apresentou hoje de manhã no 1º Distrito Policial de Dourados, a 233 km de Campo Grande, e confessou ser o autor do assassinato de Diego Caetano França de Deus, 24, ocorrido na noite de quarta-feira em um corredor público, no Jardim Piratininga. Lucas Vinícius de Souza Teixeira, 18, morador no mesmo bairro onde ocorreu o crime, alegou legítima defesa. Diego foi morto com quatro tiros. A mãe da vítima contou que o filho era dependente de drogas.

Veja Mais
Trecho da BR-163 é liberado após um mês de obras de recuperção
Desmoronamento afeta único acesso pavimentado a município de MS

Em depoimento ao delegado Adilson Stiguivitis, do SIG (Serviço de Investigações Gerais), Lucas disse que dias antes tinha sido assaltado por Diego e na noite do crime encontrou o rapaz no portão de sua casa. Lucas alegou que Diego estava armado e teria efetuado dois tiros em sua direção. Também armado, Lucas afirma que revidou aos tiros e acertou o desafeto com quatro disparos – nas costas, braços e no rosto.

A versão do rapaz contraria informações dadas por testemunhas na noite do crime. Moradores do bairro disseram aos policiais que atenderam a ocorrência que Diego tinha sido morto por dois homens em uma motocicleta. Também não foi encontrada a arma que Lucas disse ter sido usada por Diego para atirar nele. Com o rapaz morto os policiais encontraram apenas uma faca, dentro de uma mochila.

Acompanhado de um advogado, Lucas disse que perdeu a arma usada no crime quando pulava o muro para voltar até sua casa. Ele foi indiciado por homicídio e vai responder ao crime em liberdade.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions