A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

09/02/2012 19:17

Justiça bloqueia área da Igreja por suspeita de negócio irregular

Nadyenka Castro

Terra da Diocese de Três Lagoas foi doada a famílias carentes em 1984. Até o ano passado, poucas regularizaram os lotes. Em 2011 houve denúncia de negociação irregular e agora não podem mais ser feitas matrículas da área

Por suspeita de negócio irregular, a Justiça bloqueou área da Igreja Católica, no loteamento Guadalupe do Alto Paraná, no distrito de Véstia, em Selvíria, a 404 quilômetros de Campo Grande.

A área que está impedida de ser regularizada pelos moradores foi doada à igreja católica em 1937. Em 1984, o bispo da Diocese de Três Lagoas doou às famílias carentes da região, só que até 2010 poucas procuraram a igreja e o cartório para regularização.

Segundo o advogado da Diocese, Roberto Rabelati, no ano passado houve muita procura pelas matrículas. Uma justificativa para o interesse repentino é a possível valorização da terra.

O MPE (Ministério Público Estadual) recebeu denúncia anônima de que nos documentos estava sendo utilizada assinatura falsificada do bispo

e passou a apurar o caso. A Polícia Civil foi acionada e abriu inquérito para investigar possível crime.

A suspeita é de que a assinatura falsificada esteja sendo utilizada para regularização de lotes em cartório e posterior comercialização. De acordo com o advogado, seriam pelo menos 80 ‘terrenos’.

Para apurar a denúncia, a juíza Rosângela Alves de Lima Fávero, da comarca de Três Lagoas, proibiu a abertura de novas matrículas de lotes e impediu que as já abertas sejam movimentadas.

A decisão é de 1º de fevereiro. A proibição é válida por três meses, a contar da data de intimação da Diocese e do cartório local.

O advogado da Diocese explica que a igreja não quer a área de volta. As famílias que lá moram, depois de regularizar os lotes, podem fazer o que for de interesse, inclusive vende-las.

Após discussão, homem é atingido por golpes de facão e fica em estado grave
José Cláudio dos Santos, 55, está internado em estado grave após ser esfaqueado diversas vezes com um facão. Os golpes foram desferidos por um conhec...
Indígena de 21 anos é assassinado com facada no peito em aldeia
Um indígena de 21 anos foi morto no início da noite desta sexta-feira (20) após ser atingido com uma facada no peito, na aldeia Amambai, em Amambai -...
Homem com facão faz três pessoas da mesma família como reféns em casa
Três pessoas foram feitas reféns em uma casa na rua Rio de Janeiro, Centro de Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande -, na manhã des...
UEMS recebe a partir de segunda-feira congresso de pesquisadores negros
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - recebe entre segunda-feira (23) e sáb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions