A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017

27/09/2013 23:50

Justiça obriga transportadora a depositar salários dos empregados no prazo

Vinícius Squinelo

Liminar concedida pela Justiça do Trabalho de Três Lagoas determinou que as empresas Viação São Luiz Ltda. e São Luiz Encomendas e Cargas Ltda. efetuem o pagamento dos salários dos empregados em conta salário no prazo legal, até o 5º dia útil de cada mês.

A decisão é resultado de ação proposta pelo Ministério Público do Trabalho em Três Lagoas e beneficia cerca de 300 empregados que trabalhem em Três Lagoas e Campo Grande.

Na investigação do MPT, foi comprovado que as empresas estavam atrasando o pagamento dos salários dos empregados desde 2011. A conduta acarretou notificação na fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego para que os pagamentos fossem efetuados mediante depósito em conta salário, mas as irregularidades não foram sanadas, o que motivou a ação.

A Justiça concedeu a liminar, considerando a relevância do caso, por se tratar de verbas de natureza alimentar. O pagamento dos salários deverá ser feito até o 5º dia útil de cada mês, em conta salário, para facilitar a comprovação do depósito, diante das denúncias de que a empresa obrigava empregados a assinar data retroativa nos recibos. As empresas deverão, também, efetuar os recolhimentos fundiários até o dia 7 de cada mês.

O descumprimento da decisão acarretará, a partir de outubro de 2013, multa mensal de R$ 10 mil, mesmo que o atraso seja apenas do salário de um único trabalhador.

Apuração no HR conclui que não houve 'falha ética' em mortes no local
Uma investigação interna realizada pela direção do HR (Hospital Regional) de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande para apurar a mo...
Carreta da Justiça oferecerá serviços a partir do próximo dia 13
Carreta da Justiça, programa do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que oferece serviços do judiciário de forma gratuita, chegará ao mun...



MARAVILHA !!! Trabalhei nesta transportadora, era um absurdo o que eles faziam com os funcionários. O salário era pago por volta do dia 17 de cada mês e ainda nos obrigava a colocar a data do início do mês. Pais e mães de familia viam suas contas atrasarem e sua comida acabarem sem ter o seu salário pago em dia, e se ainda fosse reclamar com o gerente ele virava e falava que você o desrespeitou e é sem educação, como aconteceu comigo. Acho isso muito pouco, tinha que pagar os encargos do atraso aos funcionários, inclusive a mim, que graças a Deus consegui algo melhor.
 
Aline Barros em 28/09/2013 07:37:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions