A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

25/07/2012 09:44

Justiça põe em liberdade acusados de envolvimento no assassinato de cacique

Paula Vitorino
Nízio foi morto durante ataque na aldeia. (Foto: Divulgação/Cimi)Nízio foi morto durante ataque na aldeia. (Foto: Divulgação/Cimi)

A Justiça Federal concedeu liberdade para pelo menos dois presos acusados de envolvimento na morte e desaparecimento do cacique Nísio Gomes, 59 anos. A decisão é ontem, do desembargador do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, Antonio Cedenho.

Veja Mais
PF diz que buscas por corpo de cacique continuam, mesmo com inquérito concluído
Fazendeiros pagaram índio para dificultar apuração sobre cacique morto, diz PF

O pedido de habeas corpus foi feito para 8 dos 18 presos do caso, segundo um dos advogados dos acusados, Diego Marcondes. Entre os 8 clientes do advogado, estão funcionários e o proprietário de uma empresa de segurança de Dourados, acusada pela Polícia Federal de envolvimento no assassinato de Nísio.

O dono da empresa, Aurelino Arce, é um dos beneficiados pelo habeas corpus e está preso em Campo Grande. O outro que teve a liberdade concedida é Ricardo, preso no presídio de Dourados.

Os advogados do caso ainda aguardam o parecer sobre os outros seis pedidos de liberdade.

O cacique foi morto no dia 18 de novembro, durante um ataque ao acampamento indígena Guayviry, em Aral Moreira. O corpo do indígena continua desaparecido.

As investigações apontam que fazendeiros locais contrataram a empresa de segurança para expulsar os índios do acampamento em uma área requerida pelos indígenas. O conflito resultou no ataque aos indios e na morte de Nísio.

Os 18 presos são acusados de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de testemunhas. No inquérito, foram indiciadas 23 pessoas, entre mandantes e executores.

PF diz que buscas por corpo de cacique continuam, mesmo com inquérito concluído
A Polícia Federal (PF) continua com as buscas pelo corpo do cacique Nísio Gomes, desaparecido desde novembro do ano passado, apesar de o inquérito s...
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions