A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

02/09/2012 20:10

MP pode impedir construção de pista de motocross para etapa do brasileiro

Helton Verão

Etapa acontece no próximo final de semana

Pista está em processo de contrução (Foto: MS já)Pista está em processo de contrução (Foto: MS já)

A realização da última etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, prevista para acontecer no próximo final de semana em Dourados está ameaçada. O Ministério Público Estadual (MP) poderá interditar a obra de construção da pista caso julgue procedente o pedido feito pelo presidente da Associação de Moradores do Parque dos Jequitibás, Altair de Souza Rosa.

O presidente da Associação protocolou na Promotoria de Justiça do Meio Ambiente na última segunda-feira uma representação endereçada ao promotor Ricardo Rotundo pedido ao Ministério Público “a imediata interdição” da obra de construção da pista no Motódromo Faé Bianchi, atrás do Estádio Douradão no bairro Parque dos Jequitibás.

Segundo Rosa, as obras de construção da pista infringem o TAC (Termo de Ajustamento de conduta), onde a Prefeitura de Dourados reconheceu em 2008 a impossibilidade de uso do local, suspendendo todas as atividades na praça esportiva. Até o momento a Prefeitura de Dourados ainda não obteve a licença para a construção da pista.

“Nestes dias que as máquinas da Prefeitura estão trabalhando intensamente para a reconstrução da pista, a poeira é insuportável. Somos obrigados a ficar trancados dentro de casa, nossas crianças e idosos sofrem com problemas respiratórios”, disse ao site Dourados News.

A 8ª etapa do Brasileiro de Motocross será realizada no Motódromo Rafael Bianchi, o “Faé”, em Dourados, Mato Grosso do Sul, nos dias 7, 8 e 9 de setembro. Os ingressos já estão sendo vendidos e são válidos por todos os dias das disputas. Os valores são de R$ 10 inteira e R$ 5 a meia-entrada.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



Genética de alguns Douradenses, ao invés de incentivarem só destroem e essas pessoas se querem tem criatividade de realizar alguma coisa! Na verdade Dourados sempre foi cercado de poeira, quando é assim é patricinhas(os).
 
Edson Correa em 03/09/2012 10:46:43
Disse tudo padilha...
 
Uriá de Mello Soares em 03/09/2012 10:16:17
Engraçado, por isso nosso esporte não vai pra frente no nosso pais, garanto que se fosse poeira para as maquinas mexerem no estádio de futebol ou se fosse um comício de politico nenhum desses moradores reclamariam.
Problema respiratório todos os moradores do estado estão enfrentando por causa do tempo seco, agora impedir um evento desse porte por causa de uns ou de outros que não gostam do esporte
 
Sergio Padilha em 03/09/2012 08:09:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions