A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

11/12/1014 20:37

MPE determina que prefeitura melhore serviço de transporte público escolar

Liana Feitosa

Um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) foi firmado entre o MPE (Ministério Público do Estado) de Mato Grosso do Sul e o município de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grande para que linhas de transporte escolar sejam desmembradas até março de 2015 para que o serviço oferecido melhore.

Veja Mais
Corpo de homem com marcas de tiros é encontrado boiando no rio Apa
Um dos três detentos que fugiram sábado de presídio é recapturado

Segundo o MPE, devem ser alteradas a linha da Fazenda Cachoeira até à Escola Pontal e a linha da Fazenda Rio Verde até o centro da cidade. No compromisso firmado, o município se comprometeu a especificar, nos editais de suas licitações, que as empresas deverão oferecer ônibus em bom estado de conservação.

Esses veículos deverão ser submetidos à vistoria periódica pelo Detran/MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul), com participação e supervisão da prefeitura, cobrando relatórios e conserto dos veículos, quando necessário.

Estradas melhores - O MPE também determinou que a prefeitura providencie manutenção regular das estradas vicinais da cidade para que tenham bom estado de conservação para o trânsito de veículos e de pessoas. Dessa forma, o município se compromete a apresentar um cronograma de execução das manutenções até o dia 30 de março do ano que vem, assim como as medidas que serão adotadas para diminuir os impactos das chuvas nas estradas.

A prefeitura também deverá realizar o encabeçamento depois de 30 dias de construídos mata-burros em cada propriedade rural. Para isso, deve colocar terra e pedras para conceder suporte às estruturas, além de providenciar, também até março de 2015, um relatório minucioso que apresente informações e provas, por fotos, de que os proprietários rurais construíram os mata-burros.

Multa - Se a prefeitura de Água Clara descumprir qualquer uma das obrigações firmadas no TAC, ela será multada em R$ 500 por dia de descumprimento. O valor será destinado a um fundo determinado pelo MPE.

Ainda de acordo com o MPE, se responsabilizaram pelo cumprimento do acordo o prefeito Silas José da Silva; o secretário municipal de infraestrutura, Luca Samuel Cortez; as advogadas do município, Kelly Tatiane Gonçalves dos Santos e Ana Paula Rezende Munhoz; e o superintendente de transporte e manutenção do município, José Nadir Dias.

O Campo Grande News tentou falar com o prefeito de Água Clara e representantes do município, mas até o fechamento dessa matéria não foi possível contato.

Corpo de homem com marcas de tiros é encontrado boiando no rio Apa
O corpo de um homem ainda não identificado, foi encontrado boiando no rio Apa, por volta de 15h de ontem (16) em Bela Vista, distante 322 km de Campo...
Um dos três detentos que fugiram sábado de presídio é recapturado
Foi recapturado nesta tarde de segunda-feira (16) Willian Ferraz da Silva, de 19 anos, um dos três detentos que fugiram no sábado (14) da Penitenciár...
Com debates e 120 expositores Showtec começa nesta quarta-feira
Começa na próxima quarta-feira (18) a Showtec 2017, que contará com programação recheada de novidades tecnológicas para o setor rural e também debate...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions