A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

16/01/2013 18:29

Mulher cai em golpe de falso sequestro e perde R$ 1,5 mil

Gabriel Neris

Uma mulher de 53 anos caiu no golpe do falso sequestro na manhã desta quarta-feira (16), em Corumbá. A moradora contou que recebeu uma ligação a cobrar e do outro lado da linha estava um homem afirmando ter raptado sua neta.

De acordo com o Diário Online, a mulher acreditou após ter ouvido gritos e choro de criança. A vítima acreditou se tratar de um sequestro e foi até a agência bancária indicada pelo sequestrador. Ela obedeceu à ordem do golpista e efetuou o depósito de R$ 1,5 mil na conta corrente indicada.

Após o depósito da quantia pedida, a vítima entrou em contato com a filha e a neta e recebeu a informação que elas estavam bem e não haviam passado por sequestro.

O golpe foi denunciado na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.




É incrível que, ainda hoje, depois de tantas divulgações, as pessoas ainda caiam em golpes como esse... É isso que dá ligar a televisão só para assistir futilidades como Ana Maria Braga, Faustão, Gugu, BBBs, novelas e outras tantas porcarias. O mais interessante é que ela nem pensou em ligar antes de cumprir as ordens do "sequestrador", mas foi ligar só depois de ter feito a burrada, se o sequestro de fato tivesse ocorrido não era só 1,5 mil que iam satisfazer os bandidos.
 
Ivone Arguelho em 16/01/2013 22:47:46
A polícia descobre fácil pelo número da conta bancária, mas cabe saber se o jurídico irá punir como se deve 10 à 15 anos de prisão os envolvidos. Não existe a desculpa do dono da conta não saber de nada e isso sempre são presidiários fazendo que a população deposite dinheiro nas contas de familíares, onde o detento tambem deve ter sua pena aumenta conforme o artigo sequestro do código penal. Falta neste País um jurídico que continue o trabalho de nossos políciais, são mais de 2 mil prisões por dia no País, mas nem 5% destes vão a cadeia pois o jurídico não da continuidade, credibilidade e impotância nos autos descritos pelos políciais, ja que em muitos são descritos que o criminoso tem várias passagens e é de alta periculosidade e mesmo assim o juíz solta! VERGONHA!!!!
 
Alexandre de Souza em 16/01/2013 18:54:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions