A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

16/01/2013 18:29

Mulher cai em golpe de falso sequestro e perde R$ 1,5 mil

Gabriel Neris

Uma mulher de 53 anos caiu no golpe do falso sequestro na manhã desta quarta-feira (16), em Corumbá. A moradora contou que recebeu uma ligação a cobrar e do outro lado da linha estava um homem afirmando ter raptado sua neta.

Veja Mais
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Condutor abandona veículo carregado com 800 kg de maconha na BR-163

De acordo com o Diário Online, a mulher acreditou após ter ouvido gritos e choro de criança. A vítima acreditou se tratar de um sequestro e foi até a agência bancária indicada pelo sequestrador. Ela obedeceu à ordem do golpista e efetuou o depósito de R$ 1,5 mil na conta corrente indicada.

Após o depósito da quantia pedida, a vítima entrou em contato com a filha e a neta e recebeu a informação que elas estavam bem e não haviam passado por sequestro.

O golpe foi denunciado na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...



É incrível que, ainda hoje, depois de tantas divulgações, as pessoas ainda caiam em golpes como esse... É isso que dá ligar a televisão só para assistir futilidades como Ana Maria Braga, Faustão, Gugu, BBBs, novelas e outras tantas porcarias. O mais interessante é que ela nem pensou em ligar antes de cumprir as ordens do "sequestrador", mas foi ligar só depois de ter feito a burrada, se o sequestro de fato tivesse ocorrido não era só 1,5 mil que iam satisfazer os bandidos.
 
Ivone Arguelho em 16/01/2013 22:47:46
A polícia descobre fácil pelo número da conta bancária, mas cabe saber se o jurídico irá punir como se deve 10 à 15 anos de prisão os envolvidos. Não existe a desculpa do dono da conta não saber de nada e isso sempre são presidiários fazendo que a população deposite dinheiro nas contas de familíares, onde o detento tambem deve ter sua pena aumenta conforme o artigo sequestro do código penal. Falta neste País um jurídico que continue o trabalho de nossos políciais, são mais de 2 mil prisões por dia no País, mas nem 5% destes vão a cadeia pois o jurídico não da continuidade, credibilidade e impotância nos autos descritos pelos políciais, ja que em muitos são descritos que o criminoso tem várias passagens e é de alta periculosidade e mesmo assim o juíz solta! VERGONHA!!!!
 
Alexandre de Souza em 16/01/2013 18:54:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions