A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

28/07/2013 10:50

Mulher é flagrada tentando entrar em presídio com 2 celulares na vagina

Viviane Oliveira
Ela carregava na vagina dois celulares e uma placa para celular. (Foto: Osvaldo Duarte. Ela carregava na vagina dois celulares e uma placa para celular. (Foto: Osvaldo Duarte.

Uma mulher de 23 anos, cujo nome não foi divulgado, foi presa na manhã de ontem (27) quando tentava entrar na PHAC (Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa) com dois celulares e uma placa para celular, introduzidos na vagina.

Veja Mais
Hoje é dia de Imaculada Conceição, padroeira de Dourados e do Paraguai
Jovem de 26 anos morre após fazer aborto em clínica clandestina

De acordo com o site Dourados News, os aparelhos seriam entregues para o marido dela, Celso Brito da Silva, porém à Polícia ela disse que objetos seriam vendidos para os internos do presídio.

Ainda conforme o site, a mulher foi barrada na entrada da penitenciária, quando o aparelho de metais detectou algo de errado.

Questionada ela não quis revelar o que levava e foi encaminhada para um hospital, onde acabou confessando que havia introduzido vários objetos na vagina.

A mulher, que foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Polícia, foi autuada por fornecimento real, ouvida e liberada.

Jovem de 26 anos morre após fazer aborto em clínica clandestina
Uma jovem de 26 anos morreu depois de fazer um aborto em uma clínica de Porto Murtinho, distante 431 km de Campo Grande na terça-feira (6). A mãe da ...
Segurança reage a assalto, troca tiros com bandidos e é atingido de raspão
Ao reagir durante assalto anunciado por três homens, o segurança Aldair José de Oliveira, 30, ficou ferido ao ser atingido por um tiro. O caso aconte...
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...



Peraí, foi pega em flagrante e mesmo assim, "foi autuada por fornecimento real, ouvida e LIBERADA?"
 
Kaio Gleizer em 29/07/2013 08:54:29
Infelizmente ,pessoas que valorizam mais os outros que a si mesmas,caem nessas ciladas...
 
railda dias da silva em 28/07/2013 15:51:21
Só uma pergunta! Por acaso eram aqueles motorolas de antigamente?
 
sergio luiz ferreira em 28/07/2013 13:21:51
Além da mulher ser presa, o marido(presidiário) que encomendou os aparelhos deve ter sua pena dobrada sem direito a condicional! Isso seria a justiça, coisa que não existe no "brasil", pois o juíz (que deveria manter a justiça) só presa pelos direitos do criminoso e não pelo bem popular!
 
Alexandre de Souza em 28/07/2013 12:17:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions