A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

30/01/2014 14:11

Mulher, que matou filha, encomendou a morte do genro para vingar estupro

Filipe Prado

Após ser presa por matar a filha por engano, Maria Aparecida da Silva Oliveira, 39 anos, disse estar arrependida e que o genro já havia a estuprado. Ela encomendou a morte de Felipe Leonardo Corrêa, 22, mas a filha, Karine Aparecida da Silva Oliveira Pedroso, 18, acabou sendo morta.

Veja Mais
Mãe encomenda morte de genro e filha é assassinada por engano
PM encontra mala abandonada em rodoviária com tabletes de maconha

Em um vídeo divulgado na internet pelo site da 94FM de Dourados, Maria afirmou que o genro é uma pessoa muito perigosa e resolveu matá-lo, pois sentia muito medo dele. Ela ainda relatou que Felipe a estuprou e também uma menina que morava com ela, além tentar abusar da filha de Maria, 14 anos.

Ela comentou que não era para o crime ser cometido dentro da casa, era para o levarem para fora e assim o executarem, mas não saiu como o planejado. Maria ainda contou que tinha medo de que matassem a filha e a neta, mas mesmo assim encomendou a morte do genro. “Eu sei errei. Estou péssima”, comentou.

Caso - O crime ocorreu na madrugada de ontem (29), em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande. O marido da vítima, Felipe Leonardo Corrêa, 22, foi baleado no peito e encaminhado para o hospital.

Maria e o marido dela, Jesser Araújo dos Santos, 40, foram presos na tarde de ontem. O filho de Maria de 17 anos e um adolescente de 16 anos apreendidos. Eles confessaram participação no atentado.

Segundo a Polícia, Maria teria tramado a morte de Felipe. À Polícia, ela confessou que pediu para o companheiro Jesser e os menores executarem o plano de matar o genro.

O plano, segundo a mandante, era para os executores tirarem Felipe de dentro da casa e matá-lo do lado de fora. No entanto, acabaram matando sua filha por engano. Os quatro suspeitos foram autuados em flagrante acusados de homicídio e tentativa de homicídio.

Karine deixou uma filha de nove meses.

Veja o vídeo:




Digo, Karine de 18 anos, foi morta e deixou uma filha de 09 meses, Puxa..... ainda dizem que erraram, o que ta errado e esta versão, esta criança estava na casa? Erraram com 3 tiros? E só um no peito do genro????? Estranho, né???
 
JULIO CESAR em 31/01/2014 09:51:22
Pintou o cara de tudo quanto foi jeito e não me convenceu. Tem marido, mas não dormia a noite com medo do cara, ele fez tudo que era de errado e ela nunca procurou a polícia? E o marido não se importou que foi estuprada? Muito estranho...
 
marcia maria em 30/01/2014 19:08:21
FAMILIA PODRE, ESTA MULHER NÃO TEM NOÇÃO DO QUE É FAMILIA, RESPEITO, ENFIM NADA DELA PRESTA, ELA MSM CONFESSA ISTO FRIAMENTE.
 
Mirtes Lourenço Camilo em 30/01/2014 18:06:37
Lixo social
 
João Dias em 30/01/2014 17:10:30
Esse companheiro dessa mulé só pode ser vesgo, pra errar de pessoa ou a moça entrou na frente pra defende o marido. Agora, esse sujeitinho que levou o tiro no peito não é nenhum santo, pelo que a mulé falo dele. O erro sobre a pessoa não isenta de pena.
 
Aparecido Silva em 30/01/2014 16:18:24
Mandou bem a Vera hein. Foi estuprada, perdeu a filha, foi presa, Mandou bem demais! Exemplo pra sociedade.

kakakakkakakakakkak
 
Cyro Chan em 30/01/2014 16:11:22
Estupro? Ela não tinha outra pra inventar, provavelmente tava apaixonada pelo genro e mandou o corno, digo, o marido matar pra ficar junto, aí o marido foi e matou a filha, caso resolvido, prendam os maiores, soltem os menores para daqui dois anos eles começarem a matar e roubar.
Proximo caso.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 30/01/2014 16:00:48
Mataram com 3 tiros por engano??? kkkkk
Família de animais, isso sim. Tudo fruta podre.
 
Athaide Romero em 30/01/2014 14:46:22
de que adianta ficar escrevendo aqui...é só um desabafo e qdo a gente acha que já ouviu de tudo, o tudo fica pior
 
elio santos em 30/01/2014 14:36:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions