A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

18/04/2011 08:40

Na fronteira de MS, PF reduz efetivo e compra combustível fiado

Aline dos Santos
Em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, agentes denunciaram redução no efetivo. Em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, agentes denunciaram redução no efetivo.

O corte no orçamento da PF (Polícia Federal) afetou o combate ao tráfico de drogas e contrabando de armas em Mato Grosso do Sul.

De acordo com reportagem do jornal Folha de São Paulo, a redução no efetivo chegou a 60% nas delegacias da PF de Corumbá e Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. Segundo agentes federais, foram suspensas blitze preventivas nas rodovias.

Carros estão parados por falta de manutenção e equipes estão comprando combustível fiado.

No Ministério da Justiça, com orçamento previsto de R$ 4,2 bilhões para 2011, o corte foi de R$ 1,5 bilhão. A situação compromete a Operação Sentinela, que faz repressão ao narcotráfico na região de fronteira do Brasil.

Projetos como o Vant, de fiscalização com um avião não tripulado, atrasaram. Em Mato Grosso do Sul, a previsão era que a aeronave chegasse até fevereiro.




É brincadeira uma situação dessas. Uma instituição de suma importância como a Polícia Federal ser amputada desta forma. Um país que se propôs a sediar uma copa do mundo e uma olimpíada não tem condições sequer de oferecer uma segurança minima para seus cidadãos. Como querem acabar com o contrabando de armas e drogas se não dão condições as polícias para que façam um trabalho eficaz. Os políticos não passam de uma peste que infesta nosso país, sugando nosso sangue, nosso trabalho, oferecendo previlégios a uma minoria enquanto a população sofre ano após ano. Nós brasileiros deveríamos tomar vergonhana cara e derrubarmos esse congresso, mas fazermos isso com vontade, com objetividade. Revoltas como as que acontecem na França e esses recentes episódios nos países do em que ainda existiam as ditaduras são verdadeiros espelhos para toda a sociedade brasileira, uma sociedade que sofre por conta da omissão em que vive diante da farra destes porcos do congresso. Um aumento de 60% na renda dos carrapatos foi possível sem esforço algum, as escuras, na surdina. Temos que mudar isso urgentemente, acorda Brasil!!!!!
 
Fernando Rocha em 18/04/2011 10:36:22
É mais vantajoso aumentar o salário dos deputados e senadores que gastar com uma segurança já em desgraça no nosso País, onde o meliante tem mais direito que o cidadão honesto e trabalhador, e que paga por esta pseudo segurança. Culpo o ELEITOR, por este desmando.
 
josé de souza em 18/04/2011 10:06:11
É, ao que parece a bandidagem tá gostando. Após as apreensões deste fim de semana imagina o que passa sem fiscalização. Drogas, armas e munição, que servem para abastecer os mercados dos grandes centros. As armas e munições poderão ser usadas pelos bandidos para atacar os policiais, tem que prevenir, mas tem que ter gente e equipamentos para a execução dos trabalhos. Tá feia a coisa...
 
Milton Silva - Campo Grande - MS em 18/04/2011 10:04:01
Se a Federal esta assim, como anda as estaduais?
 
Carlos Galvão em 18/04/2011 09:41:40
Não é só a segurança da fronteira que esse Governo Dilma está falhando... - Viram a questão da saúde?... Na verdade, essa é a conseqüência do esbanjamento do Governo Lula. - Espero que ele nunca mais retorne ao Poder.
 
Jôni Coutinho em 18/04/2011 09:31:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions