A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

28/04/2015 09:49

Pai foge de hospital com filha de um ano que engoliu pedra de crack

Viviane Oliveira
O pai chegou a unidade dizendo que a filha havia engolido uma pedra de crack, mas depois de um  tempo fugiu levando a criança e o documento. (Foto: Angela Bezerra)O pai chegou a unidade dizendo que a filha havia engolido uma pedra de crack, mas depois de um tempo fugiu levando a criança e o documento. (Foto: Angela Bezerra)

Uma menina de 1 ano e 2 meses foi transferida para Campo Grande depois de engolir uma pedra de crack em casa, na Vila Bela, em Coxim, distante 260 quilômetros de Campo Grande. O caso aconteceu na manhã de ontem (27).

Veja Mais
Trecho da BR-163 é liberado após um mês de obras de recuperção
Desmoronamento afeta único acesso pavimentado a município de MS

De acordo com o site Edição de Notícias, a criança passou mal e foi levada pelo pai, um homem de 40 anos, ao Hospital Regional Álvaro Fontoura, por volta das 9h30.

O homem contou à direção da unidade de saúde que sua esposa, uma mulher de 22 anos, é usuária de drogas e que a suspeita era de que a filha tivesse ingerido uma pedra de crack.

Ao perceber a movimentação no HR para acionar o Conselho Tutelar e a Polícia Civil, o pai pegou a menina, o prontuário médico com seu relato e fugiu antes que a mesma recebesse atendimento médico.

Diante da situação, a direção do Hospital Regional acionou a Polícia, que assistiu as imagens de segurança do hospital e identificaram o pai. Ele foi localizado em casa por investigadores junto com a esposa e a criança, que continuava passando mal.

Mãe e filha foram levadas para o HR e depois a criança foi encaminhada para Campo Grande. O pai foi levado a Polícia Civil para prestar depoimento. O Conselho Tutelar acompanha o caso.

Ao site de notícia, a delegada Sílvia Elaine Girardi Menck, disse que na residência da família foram encontrados objetos para preparo de entorpecentes, o que levantou a suspeita sobre tráfico de drogas. A unidade hospitalar de Coxim informou que a criança foi transferida para o Hospital Regional Rosa Pedrossian. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions