A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

14/03/2013 07:55

PF caça 12 advogados, funcionários e sindicalistas por fraudes no INSS

Nadyenka Castro
Polícia realiza operação na manhã de hoje em Naviraí (Sul News/Edilson Oliveira)Polícia realiza operação na manhã de hoje em Naviraí (Sul News/Edilson Oliveira)

A PF (Polícia Federal) caça 12 pessoas, em Mato Grosso do Sul e no Paraná, por fraude ao INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social).

De acordo com a PF, entre os procurados estão advogados, funcionários públicos do INSS de Naviraí, presidentes de três Sindicatos Rurais (Naviraí, Juti e Itaquiraí), agenciadores e funcionários de uma financeira.

Estão sendo cumpridos 12 mandados de prisão temporária e 29 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal, nas cidades de Naviraí, Campo Grande, Jutí, Itaquiraí, e em Umuarama, no Paraná.

O grupo conseguia aposentadorias rurais para pessoas que nunca trabalharam no campo ou não possuíam o tempo necessário para fazer jus ao benefício.

Conseguida a aposentadoria, os integrantes do esquema faziam empréstimos consignados na financeira para o pronto pagamento dos envolvidos. Os investigados cobravam em média R$ 5 mil pela concessão de cada benefício.

Os envolvidos foram proibidos pela Justiça de patrocinar casos perante o INSS e tiveram o sequestro e bloqueio de todos os seus bens. Dois funcionários da previdência social foram afastados das funções.

Dupla chega armada em ginásio, ordena que todos deitem no chão e atira em homem
Alex Sandro Ramires, 28, foi atingido por tiro disparado por homens que chegaram armados com pistola em uma quadra de esportes. O crime aconteceu às ...
Prefeitura perde na Justiça e terá que pagar retroativos a professores
Em decisão tomada por unanimidade pelos desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a prefeitura de Ivin...
Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...



Vou acompanhar de perto o desfecho, se a justiça não for feita, estarei aqui para minha segunda opinião.
 
Linda Lima em 14/03/2013 11:02:26
o governo paga um misero salario minimo pro povo e vive reclamando q e um rombo nos cofres publicos , mas pra manter esses bandos de ladroes com o dinheiro dos nossos impostos fica por isso mesmo , vai dar em pizza como sempre afinal ta tudo em casa mesmo, pior que tem mais um monte por ai so nao ve quem nao quer, pq alem de nao trabalharem ficam planejando como roubarem o povo , quero ver por eles na cadeia e eles devolverem o dinheiro de volta , duvido.
 
teodora lopes em 14/03/2013 09:36:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions