A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

07/06/2015 18:17

PM acaba com "a festa" de quadrilha que vendia bebidas falsificadas na Exposul

Flávia Lima
Garrafas de bebidas falsificadas foram recolhidas pela PM de Chapadão do Sul. (Foto:site Chapadense News)Garrafas de bebidas falsificadas foram recolhidas pela PM de Chapadão do Sul. (Foto:site Chapadense News)

Dezenas de garrafas de conhaque e whisky falsificados de diversas marcas foram apreendidos pela Polícia Militar após denúncias feitas por seguranças particulares contratados para atuar na Exposul, feira agropecuária que termina neste domingo (7) no Parque de Exposições de Chapadão do Sul. Desde o início da festa,  na quarta-feira (3), foram realizadas duas grandes interceptações de bebidas adulteradas no local. 

Veja Mais
Pressionada por Reinaldo, Câmara vota contrato da Sanesul ainda em 2016
Polícia acha contrabando em caminhão de transportadora e motorista é preso

Conforme informações do site Chapadense News, na noite deste sábado (6), a PM recolheu recipientes cheios e vazios, além de mangueiras, que eram utilizadas pelos falsificadores para transferência de bebidas de uma garrafa para outra. Uma mulher de 24 anos foi detida e encaminhada à delegacia de polícia e autuada pelos crimes de falsificação e adulterações de produtos alimentícios.

Na sexta-feira (5) três homens acabaram presos pelo mesmo crime. Eles vendiam whisky falsificado atrás do palco de shows. O acesso do grupo era facilitado através de crachás que identificava o grupo como sendo da produção dos shows. Dessa foram os homens tinham livre acesso ao local. Várias garrafas da marca Red Label e recipientes com energéticos foram apreendidos pelos policiais.

Eles compravam as garrafas por R$ 75,00 e vendiam a dose por R$ 15,00. Os três negaram a fabricação do produto, porém a polícia verificou que os lacres eram são grosseiramente falsificados, assim como os números de séries das garrafas, todos iguais.

O grupo permanece preso, já que o crime é inafiançável. Além disso eles também utilizaram uma menor para ajudar nas vendas e adulteraram os crachás de identificação. Todos os recipientes estão em poder da polícia.

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions