A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

05/01/2011 21:37

Polícia detém adolescente e padrasto que mataram rapaz decapitado em canavial

João Humberto
Rapaz foi morto decapitado no sábado, mas a cabeça foi encontrada ontem, enterrada em canavial. (Foto: Divulgação).Rapaz foi morto decapitado no sábado, mas a cabeça foi encontrada ontem, enterrada em canavial. (Foto: Divulgação).

Policiais militares e civis de Nova Alvorada do Sul, que investigavam o assassinato do jovem Anderson Pinto da Costa, 29, ocorrido sábado (1) numa plantação de cana-de-açúcar, perto da rodovia BR-267, efetuaram hoje à tarde a detenção de dois acusados pelo crime.

Nélio Felipe Leite Ramires, 36, e o enteado de 16 anos são indígenas e mataram Anderson, conforme versão relatada à polícia pelo menor. Ele disse que cometeu o crime por ciúmes, já que a vítima estava paquerando sua esposa.

O corpo de Anderson foi encontrado enterrado anteontem, próximo ao canavial de um acampamento de sem terra. Apenas o pé dele estava fora da cova, o que facilitou sua localização.

Ontem, a cabeça de Anderson foi achada a cerca de 300 metros do local em que o corpo estava enterrado. O assassinato da vítima aconteceu por volta de meio dia, conforme informou o adolescente.

À polícia, o adolescente relatou que no dia do crime, ele, o padrasto e a vítima estavam bebendo cerveja perto do canavial, afinal, eram amigos. Andando pelo local, Nélio enforcou Anderson, e contou com a ajuda do adolescente para abrir o abdômen dele com o auxílio de uma faca.

Quando o corpo foi encontrado, no domingo (2), estava sem as vísceras. O adolescente confidenciou aos policiais que elas não foram retiradas do corpo de Anderson por ele e o padrasto.

Ainda de acordo com o adolescente, o crime foi provocado, pois Anderson vinha o ameaçando com frequência.

Para ocultar o cadáver e dificultar o reconhecimento, os dois autores do assassinato decapitaram a vítima e enterraram o corpo num local e a cabeça em outro.

Detenção - Após cometer o crime, o adolescente e seu padrasto se refugiaram em uma fazenda que fica perto do Posto 210, na BR-267, em Nova Alvorada do Sul. Eles foram localizados nesta tarde, após investigações da polícia. Nélio nega a autoria do crime.

Segundo a polícia, os dois autores foram auxiliados por mais um homem, que é cunhado do adolescente. Ele ajudou a enterrar o corpo e a cabeça e até o momento continua foragido.

O adolescente e o padrasto estão ouvidos neste momento na Delegacia de Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul.




deus perdoa esse pecado ele nãoi sabe o que fez meus pesamis a familia desse joven
 
aline carvalho em 17/06/2011 01:04:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions