A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

13/06/2012 09:00

Polícia estoura cativeiro e livra usuário feito refém por dever R$ 500 em drogas

Aline dos Santos

No momento do resgate, o jovem estava debilitado, chorava bastante e tremia.

No cativeiro, jovem de 27 anos apanhava e sofria ameaças. (Foto: Divulgação)No cativeiro, jovem de 27 anos apanhava e sofria ameaças. (Foto: Divulgação)

A Polícia resgatou um usuário de drogas de cativeiro ontem em Aparecida do Taboado. O homem de 27 anos foi sequestrado porque devia R$ 500 aos traficantes. A vítima foi localizada por policiais militares e civis em uma casa no Jardim Samara. O jovem tinha vários ferimentos pelo corpo e um sangramento na cabeça, provocado por uma coronhada.

O sequestro foi em 10 de junho. Ele devia R$ 100 para Jonathan Lopes Canova Gonsales e R$ 400 para Airton Carlos Aranha Junior. A vítima disse que foi levada para um canavial num Fox, veículo que pertence a Jonathan.

Ele foi amarrado e agredido por várias horas. Conforme a vítima, os autores das agressões foram Jonathan, Airton e um homem ainda não identificado. Em seguida, foi levado para o cativeiro. No momento do resgate, o jovem estava debilitado, chorava bastante e tremia. Ele ficou sem comer durante todo o sequestro.

Na casa, os policiais encontraram um revólver calibre 32 e porções de maconha. No local, foram presos Jonathan, Thanako Klyston de Souza Soares, Charleston Gomes de Araújo e detidos dois menores de idade. Em seguida, Airton foi preso em Paranaíba.

Airton está cumprindo pena em regime aberto devido à condenação por tráfico de drogas e porte de arma. Thanako cumpre pena no regime semiaberto por crime de roubo. No computador de Jonathan, foi encontrado um arquivo que dá indicações sobre fornecimento de drogas. Ele também foi autuado por tráfico.

O grupo foi preso pelos crimes de extorsão mediante sequestro, formação de quadrilha, tráfico, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo.




Não se preocupem, a defesa vai alegar que se trata de viciados, são primários e tem bons antecedentes, a quantidade de drogas era ínfima, por isso serão soltos. Como diz um ex-presidente "quem usa droga não faz mal a ninguém. Como diz o banco de injustiça criado por uma instituição: o trafico é crime cometido sem violência e grave ameaça
 
Reginaldo Salomao em 14/06/2012 08:12:49
quem sabe o usuario que não pagou a conta, para de ser usuario e procura se converte.
 
JOSEMAR ALVES VIEIRA em 14/06/2012 07:03:31
para voces verem ainda tem projeto na camara para liberar as drogas para usuarios e o fim da picada mesmo;
 
gilberto ferreira de lima em 13/06/2012 11:16:04
Se for aprovado a nova lei,basta pedir desculpas e nem responderão pelo crime... Essa é a proposta de um senador do MT,é brincadeira!!!
 
Arivaldo Paiva em 13/06/2012 11:11:38
Que beleza todo mundo ja tem condenação por outros crimes inclusive crime hediondo. Gostaria de saber como voltaram às ruas. Será que existe alguem do judiciário metido nisso tudo? São os tentáculos do crime organizado.
 
Carlos Roberto de Souza em 13/06/2012 09:54:20
PENA DE MORTE para esses lixos.
 
DOUGLAS MACHADO em 13/06/2012 09:46:17
Apesar de toda essa ficha extensa, ainda estao em liberdade. Como essa JUSTICA BRASILEIRA, nao tem jeito mesmo. Desse jeito, nos nao teremos mais saida mesmo. E PRA ACABAAAAA
 
camila sanches em 13/06/2012 06:36:56
SÒ`açeitar jesus e o mais Ele fara´pois para Deus nada e impossivel
 
moedna2@gmail.com em 13/06/2012 03:58:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions