A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

19/06/2014 13:20

Polícia investiga sumiço de R$ 50 mil de conveniência onde 6 morreram

Viviane Oliveira e Caroline Maldonado
Edson matou seis pessoas da mesma família, inclusive, dois filhos dele.  (Foto: Marizete Spindola)Edson matou seis pessoas da mesma família, inclusive, dois filhos dele. (Foto: Marizete Spindola)

A Polícia Civil investiga o sumiço de R$ 50 mil da conveniência onde seis pessoas da mesma família morreram em um incêndio criminoso, em Coronel Sapucaia, distante 400 quilômetros de Campo Grande. O mecânico Edson da Silva, 34 anos, confessou que cometeu o crime depois de brigar com a esposa por causa de ciúmes.

Veja Mais
Delegado diz que pena possível para mecânico que matou 6 é de 180 anos
Mecânico espancou filhos e vítimas antes de colocar fogo e matar seis

No incêndio, morreu a proprietária do estabelecimento, Rosângela dos Santos, 53 anos, e os dois filhos dela, Alessandro dos Santos, 18 anos, e Vanusa dos Santos, 27 anos, que era esposa de Edson. Também morreram os filhos de Vanusa: Tiago, 10 anos, Sabrina, 5 anos, e Estephanie, 9 meses. Os dois menores eram filhos do mecânico.

Segundo o delegado responsável pela investigação, Leandro Costa de Lacerda Azevedo, durante depoimentos os familiares das vítimas disseram que havia aproximadamente R$ 50 mil no local, no entanto a perícia não localizou o dinheiro queimado.

O mecânico confirma que tinha esse valor no local, mas que não pegou. “Existem duas linhas de investigação - uma que o dinheiro foi queimado ou que o Edson escondeu antes de ser preso. O delegado não acredita no envolvimento de outra pessoa no caso. “É possível que o Edson tenha pegado esse dinheiro e escondido, até mesmo enterrado sem que ninguém saiba, embora ele negue”, diz, acrescentando que pretende concluir o inquérito em, no máximo, 15 dias.

Na última segunda-feira (16), o mecânico mostrou passo a passo durante reconstituição, de como provocou o incêndio na conveniência. Segundo as informações da Polícia, Edson confessou que cometeu o crime depois de brigar com a esposa por causa de ciúmes. Antes de atear fogo no estabelecimento, Edson usou um pedaço de madeira para golpear as vítimas na cabeça. Ele foi preso na terça-feira (10), na casa de uma irmã em Naviraí.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions