A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

23/09/2014 14:17

Polícia prende quadrilha que furtava gado e vendia cada cabeça a R$ 500

Alan Diógenes
Os bandidos estavam comercializando 22 cabeças de gado furtadas por um valor de R$ 500. (Foto: Divulgação 5º BPM)Os bandidos estavam comercializando 22 cabeças de gado furtadas por um valor de R$ 500. (Foto: Divulgação 5º BPM)

Uma ação conjunta entre a Polícia Militar e Polícia Civil desarticulou uma quadrilha que estava vendendo 22 cabeças de gado furtadas por um valor de R$ 500. O caso aconteceu na cidade de São Gabriel do Oeste, a 140 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Justiça determina que Sanesul repare danos em erosão causada por vazamento
Chuva alaga ruas em Paranaíba e deixa até camionete submersa em Chapadão

Conforme informações do Edição de Notícias, as guarnições realizavam patrulhamento na rodovia MS-435, na região do Distrito do Areado, quando abordaram um caminhão boiadeiro Ford Cargo. No veículo estavam dois homens, de 27 e 33 anos, eles relataram aos policiais que iriam carregar gados em uma fazenda, que fica próximo ao Córrego Macaco, porém não souberam informar a procedência deste gado.

Diante da informação os policiais, acompanharam os envolvidos até a fazenda informada onde encontraram um homem, de 41 anos, que relatou ser o capataz da fazenda.O autor, de 33 anos, confirmou aos policiais que iria comprar o gado do capataz da fazenda, porém o mesmo não apresentou a documentação do gado que se encontravam preso no mangueiro, pronto para o embarque.

O capataz confessou que as 22 cabeças de gado eram produtos de furtos, oriundos da fazenda vizinha e que as venderia por R$ 500, o proprietário do gado seria um idoso de 70 anos. Em checagem nos celulares dos autores foram encontradas várias ligações e mensagens, que apontavam o intermediador do negócio, como um autor de 36 anos.

Foi constatado que a quadrilha agia há muito tempo e realizava este tipo de furto em toda a região. Também foi encontrado de posse do capataz um revólver de calibre 22, de fabricação argentina e trinta munições intactas.

Os autores receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de São Gabriel do Oeste, juntamente com o gado, a arma, as munições e os celulares apreendidos.

Base dos Bombeiros com 8 militares deve ser implantada até o meio do ano
Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - deve ganhar em breve uma base do Corpo de Bombeiros. Foi publicado no DOE-MS (Diário Ofi...
Investimento em recuperação de rodovias no MS será de R$ 185,9 milhões
O Governo do Estado deve investir R$ 185,9 milhões para recuperar trechos das rodovias MS-156, MS-379 e MS-470, que ficam em maior parte na região de...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions