A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

12/05/2014 07:49

Polícia realiza operação para prender família com mais de 20 kg de cocaína

Graziela Rezende

A Polícia de Três Lagoas, a 338 quilômetros da Capital, prendeu uma família acusada de vender drogas, na BR-262, cerca de 70 km da zona rural do município. A prisão ocorreu há três dias, quando quatro pessoas apreenderam 23,8 quilos de substância análoga à cocaína.

Veja Mais
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Condutor abandona veículo carregado com 800 kg de maconha na BR-163

A investigação teve início em fevereiro deste ano. Na ocasião, um casal foi preso pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais) de Três Lagoas, com 2,6 quilos de cocaína. A partir dessa prisão chegou-se ao possível “atacadista”, que seria uma pessoa conhecida por “Corumbá”, morador da Vila Haro, nesse município.

A partir daí, no próximo mês, um homem que fora visto várias vezes na casa de “Corumbá” foi preso com pouco mais de 600g de cocaína.

Os agentes do SIG então passaram a monitorar os passos de “Corumbá” e de seus familiares. Durante essa investigação, descobriram que ele fazia pelo menos duas viagens por mês para a cidade de Corumbá e sempre que retornava era intensificado o movimento na casa.

Diante desses dados, o SIG articulou uma operação policial com o auxilio de uma equipe da DENAR, que seguiu “Corumbá” e seus sogros após a passagem deles por Campo Grande, realizando a abordagem dos veículos, um batedor conduzido por Corumbá e outro veículo que vinha logo atrás e era conduzido por seu sogro.

Os veículos foram revistados e no veículo GM Prisma, conduzido pelo sogro de Corumbá, foram localizados 15 tabletes de cocaína, sendo três dentro da bolsa de sua sogra e 12 tabletes dentro do tanque de combustível. Na residência do casal em Três Lagoas foram localizados outros sete tabletes e uma sacola com a droga, totalizando 23,8 kg de substância análoga à cocaína.

Magno Silva de Souza, o Corumbá, admitiu ser o proprietário da droga, revelando que pagava R$ 2.000 por viagem para seus sogros trazerem a droga, além de R$ 5.000 mensais para guardarem o entorpecente na casa deles. Corumbá confessou que fez três viagens como esta até a cidade de Corumbá, trazendo sempre quantia semelhante de cocaína para revender em Três Lagoas.

Além da droga foi localizada em poder da quadrilha uma caixa de munição calibre 38 SPL.

Foram presos e autuados em flagrante delito, todos acusados de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de munição de uso permitido Sílvio Moreno da Conceição, 39 anos, Fátima Aparecida de Arruda Lesmo Andrade, 44 anos, Katiucy de Arruda Andrade, 28 anos e o investigado de ser o líder da associação criminosa, Magno Silva.

Após a prisão, a família foi encaminhada aos estabelecimentos prisionais de Três Lagoas, onde ficarão a disposição da justiça.

(Com informações da assessoria da Polícia Civil).

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário
Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande - completa no domingo (11) 63 anos de emancipação e vai receber várias atrações para comemora...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions