A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017

05/10/2011 20:23

Polo universitário estimula instalação de nova indústria em Dourados

Edmir Conceição (*)
Empresários paulistas com o prefeito Murilo Zauith; empresas se preparam para se instalar em Dourados (foto: A. Frota)
Empresários paulistas com o prefeito Murilo Zauith; empresas se preparam para se instalar em Dourados (foto: A. Frota)

Dentro do projeto da atual administração municipal de trazer para Dourados novas indústrias e serviços para dar suporte às usinas de açúcar e álcool, vários são os fatores que estimulam o interesse de empresários na área de metal-mecânica, como as 15 indústrias sucroenergéticas instaladas no entorno do município. Porém, o fato de o município ser polo universitário regional é decisivo na escolha da cidade.

Pelo menos foi o que deixou claro o diretor-presidente da empresa paulista Megh Indústria e Comércio, Ricardo Dittmer.

Na terça-feira, o prefeito Murilo Zauith recebeu Ricardo Dittmer e Verner Dittmer, da Megh Waxes & Emulsions, e Marco Antônio Fávero, presidente da Brumazi Caldeiras, também de São Paulo. Eles conversaram com o prefeito sobre o projeto de instalar unidades em Dourados.

Ricardo afirmou que a indústria mantém parcerias com universidades para projetos ambientais e Dourados tem esse perfil, atendendo na educação a cidade e outros 30 municípios.

O empresário disse que sua empresa está em fase de expansão, buscando locais fora de São Paulo para instalar novas unidades. Após uma análise sobre a localização geográfica, os incentivos oferecidos e a estrutura das universidades, o empresário concluiu que Dourados é a melhor alternativa para investimentos.

Ele informou que agora só depende da localização da área para que o projeto seja concretizado. A indústria, segundo Ricardo, precisa de pelo menos 100 mil metros quadrados, já que a ideia é montar uma grande estrutura para produzir para exportação.

O empresário visitou alguns imóveis e espera uma definição rápida para que possa começar a obra no início do próximo ano.

A Megh, localizada em Sertãozinho, é uma empresa com capital 100% nacional e atua na fabricação de ceras e emulsões, com representação na Argentina, Chile, Colômbia e Peru.

BRUMAZI - Marcos Antonio Fávero, diretor presidente da Brumazi Equipamentos, de Sertãozinho (SP), lembrou que o primeiro contato com Dourados foi em 2008, quando foi ventilada a possibilidade de investimento nesta região. Já na administração de Murilo Zauith, foi novamente convidado para implantar uma unidade de sua empresa no município.

De acordo com o empresário, a situação agora é bastante diferente porque a cidade apresenta uma nova realidade no setor sucroenergético, área de atuação de sua empresa. Segundo ele, a possibilidade de se instalar aqui é grande e vai depender apenas de conhecer melhor as propostas de incentivos, tanto do município quanto do Estado.

A Brumazi também é uma empresa brasileira, que atua há mais de 20 anos no desenvolvimento e fabricação de peças e equipamentos para usinas, além de oferecer serviços especializados em caldeiraria leve, média e pesada; usinagem leve, média e pesada; montagem, mecânica, cabines de jateamento e pintura.

(*) Com informações da Assecom/Dourados




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions