A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

16/08/2012 20:16

Ponta Porã cria associação para estimular setor turístico na fronteira

Nyelder Rodrigues
Comitê Gestor foi efetivado para desenvolver as ações com o objetivo de fomentar o setor turístico em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero (PY) (Foto: Divulgação)Comitê Gestor foi efetivado para desenvolver as ações com o objetivo de fomentar o setor turístico em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero (PY) (Foto: Divulgação)

Visando impulsionar o setor turístico da fronteira em Ponta Porã e na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, foi registrado nesta quinta-feira (16) o estatuto do Ponta Porã Sem Fronteiras Convention&Visitors Bureau (PPC&VB).

Veja Mais
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Após deslizamento e risco a usuários, MS-295 é totalmente interditada

O documento é tido como o embrião do projeto que vai fortalecer empresas e consolidar inúmeras Parcerias Público Privadas (PPP), oferecendo infinitas vagas neste amplo mercado de trabalho, gerando renda e aumentando a arrecadação dos dois municípios.

Fruto da ação conjunta da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã e das instituições parceiras, a associação fará captação de recursos, espetáculos e novas oportunidades para a exploração dos potencias turísticos das cidades.

As instituições parcerias são a Câmara de Comércio e Indústria de Pedro Juan Caballero, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Ponta Porã, Lyons Clube Ponta Porã e Sindicato Rural de Ponta Porã. O projeto conta com o apoio da Prefeitura de Ponta Porã, do Sebrae-MS e Ibam.

Comitê Gestor - No primeiro encontro oficial, foram discutidos a aprovação do estatuto e a indicação do Comitê Gestor, além a posse do representante do comitê, Eduardo Gauna, e vice-representante, Pedro Alcides Zanchet Bondiman.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação
A Justiça Federal bloqueou R$ 1.743.189,84 em bens de Edvaldo Alves de Queiroz, o Tupete, ex-prefeito de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grand...



Sabe que é uma ótima idéia essa mas bem que poderiam começar pelo aeroporto que a INFRAERO cobra taxas altíssimas por isso que perdemos os voos comerciais para Dourados que o aeroporto é municipal. Bastava fazer um acordo sei lá qualquer coisa para atrair turista em voos comerciail ou mesmo chater. penem nisso.
 
José Augusto em 16/08/2012 08:39:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions