A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

25/04/2011 08:55

Ponte ferroviária é tombada como patrimônio histórico em Corumbá

Aline dos Santos
Ponte foi tombada pelo Iphan por valor histórico. Ponte foi tombada pelo Iphan por valor histórico.

Inaugurada em 1947, a ponte ferroviária Eurico Gaspar Dutra foi tombada como patrimônio histórico pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Conhecida como ponte Barão do Rio Branco, a ponte, localizada sobre o rio Paraguai, em Corumbá, permitiu a ligação do Brasil com a Bolívia. O tombamento foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Conforme o Ministério dos Transportes, com seus 2 km de extensão, a ponte vence o maior obstáculo natural para levar os trilhos da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil para a margem direita do rio e assim tornou viável a ligação com o país vizinho.

Em Corumbá, também foram tombados como patrimônio histórico o Forte Coimbra e o Casario do Porto.

Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...
Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...
Detentos são flagrados com celular cheio de vídeos de sexo com criança
Agentes penitenciários encontraram um celular contendo cenas de sexo com uma criança, na cela onde estão presos Luis Felipe Barbosa dos Santos, 19 an...



Em l974, passei varias vezes e ela ja estava la a muito tempo, é maravilhosa. E tudo que é bom ou bonito não tem valor.
 
Paulo Roberto Gonçalves da Silva em 29/04/2011 11:04:25
Parabéns ao Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), pela iniciativa pois essa ponte é uma das maravilhas da construção civil de nosso País, além de proteger através de Lei agora é necessário fazer também a manutenção da mesma.
 
Victor Luiz Martins Currales em 25/04/2011 09:09:40
Vivi minha infância passeando na casa dos meus avós em Porto Esperança, tenho orgulho de saber que meu avô participou da construção dessa ponte que era um local onde brincávamos e passeávamos , apreciando a natureza e a passagem do trem. Renasce a esperança de que um dia possamos reviver a emoção de andar de trem e mais uma vez atravessarmos a ponte sobre o rio Paraguay.
 
Sulamita Bomfim em 25/04/2011 07:45:08
Minha dúvida é pq a data da inauguração esta no ano de 1974, em referencia a mudança de nome de Barão do Rio Branco para Eurico Gaspar Dutra?
 
Sulamita Bomfim em 25/04/2011 07:25:54
Minha mãe foi criada em Porto Esperança, qdo ela nasceu, a ponte já existia, passei mtos dias da minha infancia brincando na ponte. Acho que há um equivoco qto a data de inauguração, pois minha mãe tem 62 anos e a ponte já fazia parte da sua vida.
 
Sulamita Bomfim em 25/04/2011 07:24:37
Parabéns pelo tombamento ponte Barão do Rio Branco através do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).
Uma obra ímpar da engenharia ferroviária.
 
Paulo Arrieiro em 25/04/2011 03:34:39
SAUDADES MIL DESSA PONTE!!!
PASSEI POR ELA MUITAS VZS, NO FIM DA DECADA DE 70 E PRINCÍPIO DE 80,A CAMINHO DE SÃO PAULO A CORUMBÁ E VICE-VERSA.
BELEZA QUE PRECISA SER CONSERVADA!!!
 
RUTE ROBERTO DE LIMA em 25/04/2011 03:16:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions