A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

31/12/2014 12:44

Portaria reconhece e declara terra como parte de comunidade quilombola

Ricardo Campos Jr.

Portaria do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), publicada na edição desta quarta-feira (31) do Diário Oficial da União, reconhece e declara uma área como pertencente à comunidade quilombola Picadinha, fundada pelo ex-escravo Desidério Felipe de Oliveira. O local fica em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Veja Mais
Ônibus colide em carro, arranca duas árvores e só para ao bater em muro
Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes

O texto se baseia, entre outras coisas, em um relatório técnico de identificação e delimitação elaborado por uma comissão instituída em 2009, além do consentimento de um proprietário rural com relação à alteração do perímetro da fazenda dele cuja parte do território era reivindicada.

Conforme o Incra, a Picadinha teve origem em 1907 com a chegada de Desidério a Mato Grosso do Sul, vindo de Uberlândia (MG). Ele conseguiu posse provisória de terras localizadas na cabeceira do rio São Domingos e fundou a comunidade.

A área é considerada como uma das mais produtivas do município, tendo cultivo de soja, milho e hortaliças. O fundador morreu em 1935. Hoje, 14 famílias remanescentes deste quilombo vivem em 41 hectares, mas elas, junto com outras 325 descendentes do fundador (netos, bisnetos e tataranetos), reivindicam uma área de 3.748 hectares.

Essa portaria de reconhecimento ainda é apenas uma etapa no caminho. São várias as situações que podem vir a seguir, mas todas elas culminam na demarcação física do local, o que leva à outorga do título e, finalmente, registro em cartório.

No estado tramitam, conforme o Incra, 14 processos de regularização de territórios quilombolas. Os mais adiantados são Furnas do Boa Sorte (Corguinho), São Miguel (Maracaju), Furnas do Dionísio (Jaraguari) e Chácara Buriti (Campo Grande). Todos aguardam procedimentos finais para o decreto do Presidente da República que autoriza a desapropriação das áreas incidentes nos referidos territórios.

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...
Homem tem carro roubado por assaltantes armados na MS- 289
Assaltantes armados renderam o condutor de um veículo modelo Vectra e roubaram o carro por volta das 23h desta sexta-feira (9) na MS-289, em Amambai ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions