A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

20/06/2011 17:31

Prefeitura diz que tentou por 4 vezes vaga na Capital para criança com fratura

Angela Kempfer

Por quatro vezes o secretário de Saúde de Dois Irmãos do Buriti, Carlos Leite, garante que a prefeitura enviou fax para central de regulação de vagas em Campo Grande em busca de leito para a menina de 2 anos que desde de quinta-feira espera por gesso para fratura na clavícula.

A criança caiu durante uma brincadeira, a mãe procurou o hospital municipal, mas a informação foi que ortopedista só a atenderia no dia 28, quase duas semanas depois.

Segundo o secretário, só um especialista nessa área atua no município e ele viajou, para congresso internacional no Chile. “Ele pediu, não receberá pelo plantão, mas não podemos impedir”, justifica.

O primeiro fax, segundo Carlos Leite, foi enviado 2 horas depois da menina dar entrada no hospital Cristo Rei. “Eles já responderam 4 vezes que não há vagas, não temos o que fazer”, lamenta.

O jeito, confirma ele, foi imobilizar a criança e esperar pelo profissional que irá engessar e clavícula.

“Não tem como um enfermeiro fazer isso porque é muito delicado, é uma criança, tem de ser um ortopedista para não haver complicações depois”, lembra.

Ele diz que Dois Irmãos do Buriti é um dos poucos municípios que tem ortopedista. “temos uma situação privilegiada, porque é difícil encontrar profissional”.

Ele conta que deste de sábado um rapaz também espera vaga em Campo Grande. O problema dele é ainda mais grave, teve fratura exposta depois de acidente com arma de fogo.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...



Dois irmãos não precisa disso é uma cidade boa um povo hospitaleiro o hospital e escolas de nossa cidade são referencia e motivo de orgulho para nós, avso ao senhor Rondinélio que a Prefeitura abriu concurso para contratar especialistas médicos e não apareceu ninguem, os médicos que passaram ja foram convocados e estão trabalhando,senhor prefeito e secretário desculpem esse senhor pela falta de informação , solicito que o convide para visitar a nossa cidade......
 
sebastião s. filho em 23/06/2011 11:56:11
Com as Prefeituras á mingua, como é que vai contratar médico especilizado ???além de não ter no mercado de trabalho profissionais habilitados ,não sobra dinheiro pois esta sendo investido em aquários....e o governo retira dinheiro dos municipios para fazerem alta complexibilidae, é obrigação deles, coitado dos prefeitos do interior...vcs tem o meu apoio, visitem Nioac, Ladário etc....a saude esta á mingua.....deveria haver uma lei que proibissem médicos de serem politicos, deveriamos mandar para os postos de saude para atender a população os seguintes Drs.Puccinelli,Nelsinho,Mandetta,Paulo Siufi,Takimoto,Moka etc..ja pensou quantas pessoas eles atenderiam por dia.....
 
jussara soares em 22/06/2011 09:21:12
dois irmaos e100%sem problemas a começar pelo nosso prefeito que respeita a familia e nunca cometeu nenhum ato obsceno,os secretarios sao otimos resolvem todos os problemas que surgem os funcionarios estao todos satisfeitos com os salarios, condiçoes de trabalho,principalmente o da saude juntamente com sua diretora ;respeita os funcionarios, ninguem é tratado com discaso e nem discriminação, pois se voce nao acredita venha ate nossa cidade as portas estao abertas pra voce constatar tudo isso.
 
jurema arruda da silva em 22/06/2011 03:42:39
O Secretário esta certo a falta de respeito com o interior é uma vergonha...essa central de vagas deveria acabar...parece-me que é um cabide de emprego...
 
rafaela santos em 21/06/2011 11:44:15
O prefeito de Dois Irmãos, deveria tomar vergonha e abrir concurso para contratar medico especializado, e nao ficar abarrotando os hospitais da capital, os prefeitos do interior deveriam investir em contratação e nao em veiculos para transportar doentes para a capital, isso nao é discriminação com o pessoal do interior, mas sim indignação com o que acontece, muitas vezes quando precisamos de atendimento temos que aguardar vaga, pois os pacientes do interior ja ocuparam todas as vagas existentes.
quando passamos em frente aos hospitais da capital, se ve veiculos de todas as localidades, Senhores Prefeitos do interior, estao na hora de voces investirem em saude, e não em veiculos de transporte.
 
Rondinelio Correa em 21/06/2011 01:29:19
Eu sou técnica em enfermagem,e trabalho em uma cidade do interior...
Isso acontece sempre por aq...pacientes q precisam de atendimento especializado e sempre encontram este obstáculo pela frente..a "FALTA DE VAGAS"..Principalmente ORTOPEDIA...Isso é uma falta de respeito com a saúde das pessoas,ficam sofrendo por uma espera q as vezes não tem resposta porq sempre a central de vagas da capital retornam o fax negado...a familia que tiver plano de saúde ainda tem como sanar essa solução..mas como sempre os pobres que não tem nem o que gastar tem que ficar esperando horas e horas...dias e dias... porq os superiores não tomam nenhuma atitude cabível ao fato...
 
Ana Sandra em 20/06/2011 09:53:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions