A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

29/07/2014 11:44

Prefeitura instala "relógio de ponto" para controlar frequencia em escolas

Marta Ferreira

Um dos municípios mais novos de Mato Grosso do Sul, Figueirão, de 3 mil habitantes, deu a partida hoje para o controle digital da frequencia dos alunos na rede pública municipal. Segundo a prefeitura, a "Freqüência Digital Escolar" é uma iniciativa inédita no Estado, que vai ajudar na gestão pública da edução, além de ser uma medida de segurança. O sistema substitui a chamada na sala de aula e, segundo a prefeitura, vai avisar, por mensagem de celular ou e-mail, aos pais, se o aluno faltar, meia hora após o início da aulas.
O projeto-piloto começou pela Escola Municipal Antônio Inácio Furtado Pólo. O sistema é criação da empresa Ponto ID, de Goiás, que comercializa equipamentos para controle de frequencia de trabalhadores, como relógio de ponto. Técnicos da empresa demonstraram hoje como vai ser o equipamento, que fica na entrada principal da escola.

Veja Mais
Ministério da Agricultura cede espaço para armazenamento de produtos rurais
Reestruturação em presídio inclui sala para "videoaudiências"

Para o prefeito de Figueirão Neilo Cunha (PMDB), a principal qualidade do sistema é que os pais podem saber de imediato se o filho está ou não na escola. Além disso, diz, a aula fica mais dinâmica, sem o uso de tempo para a chamada.

Como é - Segundo a prefeitura, um sensor identificará o estudante a partir da leitura facial, registrando automaticamente a sua presença e direcionando a informação para uma central de dados. Conforme a explicação, o sensor biométrico analisa cada estudante a partir de uma câmera que reproduz a própria imagem no visor do equipamento, em seguida um sinal sonoro é emitido, autorizando a passagem do estudante.

Prefeitura instala relógio de ponto para controlar frequencia em escolas

Professores e gestores também terão que realizar a frequência digital por meio da biometria, oferecendo dados e informações sobre o controle das suas frequências, que já é uma exigência do Ministério da Educação (MEC).

De acordo com o secretário de Educação, José André Cortez Feliciano, o sistema pode diminuir a evasão escolar. Depois de encerrado o horário de entrada e os portões da escola serem fechados, o sistema envia em tempo real uma mensagem para o número de celular cadastrado, que deverá ser o de algum responsável, como o pai ou a mãe, por exemplo. O mesmo acontecer, ainda segundo divulgado, a cada ingresso e saída do estudante. Ainda de acordo com a prefeitura, o Conselho Tutelar e o Programa Bolsa Família podem ser integrados ao sistema digital.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions