A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

01/11/2013 20:50

Prefeitura quebra promessa e suspende linha de ônibus em Sidrolândia

Zana Zaidan
Estudantes tiram foto para comprovar que mais de quatro alunos dependem do ônibus da prefeitura (Foto: Divulgação)Estudantes tiram foto para comprovar que mais de quatro alunos dependem do ônibus da prefeitura (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Sidrolândia, a 71 quilômetros de Campo Grande, suspendeu hoje (1) uma das linhas de ônibus que transporta universitários da cidade que estudam na Capital. A medida revoltou os acadêmicos, que dependem do transporte gratuito para freqüentar as aulas, principalmente agora, reta final do ano letivo.

Veja Mais
Prefeito de Sidrolândia alega falta de verba e universitários ficam sem ônibus
Vítima reage e bandido morre com tiro disparado da própria arma

A linha que sai de Sidrolândia às 11 horas e volta para a cidade às 17 foi cortada hoje. A justificativa do prefeito, Ari Basso (PSDB), é que apenas quatro estudantes tomavam o ônibus, o que não justificava os custos para manter um ônibus com capacidade para 52 passageiros. Mas, segundo os estudantes, a mesma linha é usada por aqueles que têm aulas em período integral, e assistem aulas das 7 às 17 horas.

“Entendemos que não compensa para o município manter um ônibus para apenas quatro alunos, mas é preciso levar em conta os que passam o dia em Campo Grande e, sem essa linha, vão ter que esperar o ônibus das 22h40, que leva o pessoal do noturno, passar”, explica o representante dos estudantes, Juliano Sanches.

Promessas – Há duas semanas, o prefeito afirmou que cortaria o ônibus gratuito para os universitários a partir de hoje. Mas, em audiência na Câmara de Vereadores com os estudantes na semana passada, garantiu que suspenderia a medida pelo menos até o fim do ano.

A reportagem tentou entrar em contato com Basso, mas ele não atendeu aos telefonemas. O vereador Waldemar da Costa (PDT) explicou que conversou hoje com o prefeito sobre o entendido, e ele garantiu ter sido um mal entendido.

“O coordenador de Transportes da prefeitura, José Luiz Olindo, passou o número de alunos que usavam a linha, mas não levou em conta os que dependiam dela na volta. Ao saber do erro, ele garantiu que já na segunda-feira tudo volta ao normal, e a linha das 11 horas estará disponível para os alunos”, afirma Costa.

O parlamentar é universitário, cursa Direito na Unaes e também usa o transporte da prefeitura para chegar estudar Campo Grande.

Vítima reage e bandido morre com tiro disparado da própria arma
O paraguaio Oscar Andres Benitez Baez, 24 anos, morreu com tiro disparado pela própria arma, após render e fazer refém uma família. O caso aconteceu ...
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions