A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

03/09/2012 09:04

Preso suspeito de envolvimento em morte de policial em Tacuru

Francisco Júnior
Magrão foi apresentado na delegacia. (Foto: Vilson Nascimento, do A Gazeta News)Magrão foi apresentado na delegacia. (Foto: Vilson Nascimento, do A Gazeta News)

Está preso desde sábado (1) um homem suspeito de ter envolvimento no assassinato do policial civil Miguel Honorato Abreu Holsbach, de 43 anos, ocorrido em Tacuru.

Veja Mais
Dupla invade casa e mata policial civil a tiros, em Tacuru
Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro

Na delegacia, José Vieira dos Santos, o “Magrão”, de 33 anos, disse que quem matou o policial foi seu irmão, Arnaldo Vieira dos Santos e que o crime foi motivado por vingança. Miguel Holsbach, teria desvendado um assassinato ocorrido na cidade e que Arnaldo seria o autor.

A busca pelos suspeitos de matar o policial reuniu policiais de Tacuru, Amambai, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia e Ponta Porã. Conforme o site, Magrão contou que por vários dias perseguiu o policial para apurar seus hábitos diários. Ele conta que arma utilizado no crime foi uma pistola calibre 9 milímetros e que foi levada pelo seu irmão. Na casa de José Vieira a Polícia apreendeu R$ 19 mil.

Crime - O policial civil Miguel Holsbach foi alvejado por volta da 21h desse sábado quando assistia TV na sala de casa ao lado da esposa.

O policial morreu antes da chegada do resgate. A mulher dele foi atingida por quatro tiros, mas não corre risco de morte.

Dupla invade casa e mata policial civil a tiros, em Tacuru
O policial civil Miguel Honorato Abreu Holsbach, de 43 anos, foi assassinado a tiros dentro de casa na noite desse sábado (1), na Avenida Francisco S...
Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento
A esposa de um detento de Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande, foi presa na tarde de ontem (7) tentando entregar um pão recheado com maconha p...



E ae? cadê os corneteiros de plantão, o policial em questão morreu enquanto assistia televisão em sua casa. O motivo? foi dito pelo irmão do autor, só pelo fato de que o profissional estava elucidando um homicídio cujo o autor já se encontrava identificado. Quando um anjinho desses encontram quem está preparado, e levam a pior, é motivo de estatísticas.
 
Wanderley Lopes Bica em 03/09/2012 11:16:23
E agora?...Em outras situações ae chove de gente pedindo pena de morte para os bandidos...e agora quando o crime é contra um policial?...Nada mudou, é só mais um pai de família fazendo o seu trabalho...estava no repouso do seu lar com a família e foi covardemente emboscado por esse animal...que agora vai comer as nossas custas na cadeia e que depois de amanhã volta pra rua por bom comportamento...
 
Antonio Almeida em 03/09/2012 10:41:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions