A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

15/11/2014 21:11

Professor está desaparecido há 36h, após sair de casa para comprar celular

Alan Diógenes
Marcelo saiu de casa para comprar celular e retirar documentos em Fórum de Ponta Porã. (Foto: Reprodução/Facebook)Marcelo saiu de casa para comprar celular e retirar documentos em Fórum de Ponta Porã. (Foto: Reprodução/Facebook)

Um professor de Educação Física de 27 anos está desaparecido há 36 horas e a família e nem a polícia tem pistas de seu paradeiro. Ele é morador do Assentamento Itamarati, localizado próximo à cidade de Ponta Porã, a 348 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Professor de educação física é encontrado morto com nove tiros
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul

Marcelo Barbosa Alves saiu de casa, por volta de 12h de ontem (14), para ir comprar um celular e retirar documentos no Forúm de Ponta Porã. Logo após, ele não foi mais visto.

Conforme a amiga do professor, que também é professora, Rosimeire da Silva, 47 anos, familiares de Marcelo que moram em Campo Grande estão indo para Ponta Porã para prestar apoio à esposa e aos filhos dele, de 3 e 6 anos, e também para ajudar nas buscas.

Um B.O. (Boletim de Ocorrência) foi registrado, mas até o momento os policiais não têm pistas do paradeiro do professor. A família o procurou em hospitais e pelos lugares em que ele passou, masnão teve informações sobre ele.

Marcelo saiu de casa em uma motocicleta Yamaha, de cor azul, e não tem conhecidos em Ponta Porã. “Ele não conhece ninguém lá para pensarmos que ele possa estar na casa de algum amigo. Ele também não estava com problemas para poder ter fugido”, comentou Rosimeire.

O professor dá aulas na Escola Estadual Nova Itamarati, localizada dentro do assentamento. Faz um ano que ele começou a trabalhar no local. Agora a polícia faz diligências para encontrá-lo.

Crime – O professor de Educação Física Alexandre Riquelme, 34 anos, foi encontrado morto a tiros na Vila dos Professores no começo da tarde de ontem (14). Testemunhas disseram à polícia que um homem em uma moto de cor azul, com placas brasileiras, aguardava Alexandre no local onde o crime ocorreu.

Foram feitos cerca de 10 disparos com uma pistola 9mm contra Alexandre. O crime está sendo investigado pelo 1° Departamento de Polícia, que fica a 400 metros do local dos disparos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions