A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

28/01/2015 17:39

Quadrilha de golpistas tinha até hotel e chefe já foi presa quatro vezes

Vania Galceran
Chefe de quadrilha tem mais de 20 passagens pela polícia por estelionato. (Foto: Perfil News)Chefe de quadrilha tem mais de 20 passagens pela polícia por estelionato. (Foto: Perfil News)

Na tarde desta quarta-feira a DECO (Delegacia de Combate ao Crime Organizado) e o Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) ouviram os suspeitos de praticar estelionato no interior do Estado. A quadrilha está sendo investigada por ter aplicado um golpe de  R$ 500 mil e foi desarticulada na manhã desta quarta-feira (28) durante operação Stellium 21, em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

Luciana de Oliveira Sobrinho é acusada de ser a chefe da quadrilha de estelionatários que atuava em Três Lagoas, falsificando documentos para sacar benefícios sociais de servidores públicos estaduais. Ela e outras cinco pessoas estão presas na 1ª Delegacia de Polícia local e prestaram depoimentos agora a tarde.

Foram apreendidos documentos falsos; oito veículos e quatro imóveis foram sequestrados, sendo duas casas, um hotel e uma galeria de lojas em construção, no município de Três Lagoas.

Foram apreendidos ainda uma motocicleta Suzuki Yes, uma caminhonete Toyota, um Golf, uma Hilux e um Fiesta.
De acordo com a polícia, a quadrilha era organizada para a prática de estelionato e falsificação de documentos. Eles usavam documentos falsos para realizar empréstimos consignados em nome de servidores públicos estudais. O golpe já soma R$ 500 mil.

Conhecida da Polícia- Em setembro de 2011 , Luciana já havia sido presa por estelionato. Ela era dona de uma financeira chamada Cred Mais,e foi acusada de aplicar vários golpes em clientes. Na época a justiça bloqueou cerca de R$ 600 mil da empresária, mais R$ 3.800 e apreendeu um Chevrolet Captiva, avaliado em mais de R$ 100 mil.

A ação da quadrilha, de acordo com informações da delegada responsável pelo caso, Ana Cláudia Medina, chegou a se estender até o interior do estado de São Paulo, onde Luciana,  também já havia sido presa por estelionato. No interior de São paulo o golpe aplicado em uma agência bancária foi de aproximadamente R$ 42 mil.

A quadrilha foi flagrada pela polícia de Três Lagoas que esta ouvindo testemunhas, servidores e suspeitos na tarde de hoje.  Luciana deve ser encaminhada para o presídio feminino e os demais envolvidos ficarão detidos na Delegacia de Três Lagoas, até a conclusão do inquérito.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions