A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

13/07/2015 10:57

Responsável pela BR-163 vai vistoriar ponte bloqueada por guincho

Viviane Oliveira
Foto do guindaste na via foi tirada por um leitor e enviada a redação do Campo Grande News. (Foto: Direto das Ruas)Foto do guindaste na via foi tirada por um leitor e enviada a redação do Campo Grande News. (Foto: Direto das Ruas)

A CCR MS Via, concessionária que administra a BR-163, vai fazer vistoria na ponte que ficou bloqueada por um guincho durante o fim de semana. O km 649 da rodovia, em São Gabriel do Oeste, distante 140 quilômetros de Campo Grande, ficou interditado por três dias. A pista foi liberada no final da tarde de ontem.

Veja Mais
CCR contrata dois guindastes para liberar trecho da BR-163 ainda hoje
CCR libera parcialmente rodovia bloqueada por guincho

De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, a principio não houve dano, mas por precaução o local vai passar por inspeção ainda esta semana.

O guindaste tombou na última sexta-feira (9), ao tentar retirar um caminhão que se envolveu em acidente na quinta. O trânsito ficou totalmente bloqueado no local. Na manhã de sábado, a interdição parou dez ônibus de viagem. Ontem (13), a empresa conseguiu liberar metade da via para que o trânsito fluísse.

Antes disso, foi providenciada uma rota alternativa por rodovias estaduais. Porém, veículos grandes não puderam usá-la em razão de três frágeis pontes de madeira existentes no trecho. Ônibus e caminhões, por exemplo, permaneceram parados na rodovia até a liberação parcial. Veja o vídeo da força-tarefa que foi montada para retirar o guindaste da pista. 




É um absurdo que uma coisa dessas aconteça. Tudo bem que acidentes são fatalidades impossíveis de se prever, mas a administradora deveria estar preparada para essas emergências. E agora, quem vai pagar com o prejuízo de centenas de pessoas que tiveram suas vidas empacadas, seus compromissos adiados ou cancelados por causa disso? Antes tivessem deixado apenas o caminhão tombado, mas com uma pista liberada. Como não tinham o equipamento ideal para fazer o socorro, deveriam ter esperado até encontrarem um que fosse adequado. Mandaram um equipamento que não comportava o porte do caminhão e acabaram ficando os dois tombados, ocasionando na interdição total da pista. Eu vou orientar todos que tiveram suas vidas tumultuadas por conta disso a entrarem com um processo de reparação de danos.
 
Mariana Carvalho em 13/07/2015 12:22:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions