A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

21/06/2011 09:18

Reunião em Brasília discute rumo da Força Nacional em Ponta Porã

Vanda Escalante
A instalação da base, em 2009, representou um investimento de R$ 160 milhões, e gerou polêmica por ocupar uma área de 34,5 hectares cedida pela Incra. A instalação da base, em 2009, representou um investimento de R$ 160 milhões, e gerou polêmica por ocupar uma área de 34,5 hectares cedida pela Incra.

Desde segunda-feira (20), uma série de reuniões no Ministério da Justiça, em Brasília, está debatendo o destino que será dado à base da Força Nacional em Ponta Porã.

De acordo com informações da assessoria do Ministério da Justiça, já expirou o tempo de permanência previsto para a Força em Ponta Porã e, diante disso, teria que haver nova solicitação do governo do Estado para que o grupamento continue atuando na região.

Estão reunidos agora pela manhã o comandante da Força Nacional, Major Alexandre Aragon, e a secretária nacional de segurança pública, Regina Miki. Ainda de acordo com informações da assessoria, o tema central em pauta é justamente a possibilidade de permanência da Força Nacional na base de Ponta Porã caso haja solicitação do governo estadual, o que ainda não teria ocorrido.

A instalação da base, em 2009, representou um investimento de R$ 160 milhões, e gerou polêmica por ocupar uma área de 34,5 hectares cedida pela Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) no Assentamento Itamarati, terras que, segundo as críticas da época, deveriam ser destinadas exclusivamente aos fins da reforma agrária.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



É VERGONHOSO, DIZER QUE FOI INVESTIDO 160 MILHÕES EM UM PRÉDIO QUE JA ESTAVA PRONTO, MESMO QUE FOSSE TODO CONSTRUÍDO É IMPOSSÍVEL GASTAR TUDO ISSO.
POR AI DA PARA TER UMA IDEIA PARA ONDE VAI O DINHEIRO DE TANTO IMPOSTO E COMO SE MULTIPLICA UM CAPITAL EM TÃO POUCO TEMPO, O QUE OCORREU A DEMISSÃO DO NOSSO MINISTRO.
NOS POVO PODEMOS ATÉ SERMOS LEIGOS, MAS NÃO BURROS, SÓ PRECISAMOS ACORDAR PARA ESSAS SACANAGENS.
 
joao simoes em 21/06/2011 11:40:21
Por que não aumentar o efetivo da polícias locais (federal,civil e militar) para atender as ocorrências que tem aumentado e muito aqui na região de fronteira? Penso que o trabalho não deve ser paleativo e sim efetivo com resultados positivos constante para a segurança da população que paga seus impostos em dia, portanto merece tal retorno por parte dos órgãos de segurança pública.
 
Vera Lucia Struckl em 21/06/2011 10:40:11
Eu, acho uma berração a tal FORÇA NACIONAL, onde a mesma presta segurança a Policia Federal, porque ela só atua na presença da Policia Federal, acredito eu que ela não tem poder de POLICIA,na nossa Carta Maguina a Constituição: existe a POLICIA FEDERAL, POLICIA CIVIL E A POLICIA MILITAR/CORPO DE BOMBEIRO MILITAR.O Governo Federal poderia investir nas policias que esta ai aumentando o seu efetivo e qualificando melhor ainda esses policiais seja eles federais e as estaduais e ainda claro pagando um bom salário, a nossa policia de Fronteira e bem preparada não deve nada a outros Estados que faz fronteira com outros países.
 
israel leite bogarim em 21/06/2011 09:35:01
E meu comentário foi censurado de novo!
Os 40.000 ha de terra da Itamarati devem ter custado à época uns 300.milhões de reais.
Aquela roçada de mato, pintura camuflada no galpão e aluguel de uma casa aqui no centro de PPR custou 160?
Meu Deus...
 
Rodrigo Medeiros em 21/06/2011 07:16:51
Apenas para complementar o comentário de João Simão, a INFRAERO está recapeanda a pista de pouso do aeroporto de Ponta Porâ, 2.000x45 ou seja, do mesmo tamanho da pista da fazenda Itamaraí., e está investindo 7 milhões de reais. Agora façam os calculos senhores: nem a pista de lá foi se quer arrumada e foi gasto 160 milhões. Dá para acreditar???
 
Celso Mazzei em 21/06/2011 02:56:27
larga mão de força ncional, o que tem que ser fito e investir nas policias estaduais de fronteira como dof e pms e civis que atuam nas regio~es de fronteira isso sim da resultado a f n nada fez de concreto e prendeu bandidos e quadrilahs ou diminuiu o trafico etc neste periodo que esta aqui..
 
Marco Terua em 21/06/2011 02:00:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions