A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/07/2011 11:29

Sargento do Exército preso em Sidrolândia estava com drogas, armas e munição

Marta Ferreira

A Polícia Civil localizou ontem, em Sidrolândia, 4 armas de fogo, 4 kg de pasta-base de cocaína, munições e medicamentos vindos do Paraguai, e que, segundo a investigação, foram trazidos em um veículo Fiat Strada pelo soldado do Exército Ronei dos Santos Nunes, de 31 anos. Os produtos foram encontrados abandonados em uma estrada vicinal da cidade, próximo à empresa Seara, e estavam em uma bolsa preta com o brasão do Exército e em uma sacola plástica.

Ronei foi preso por tráfico de drogas, tráfico internacional de armas e associação para o tráfico, e já está em uma unidade do Exército.

Ele foi preso junto com dois irmãos, Alexandre Almeida Nunes, 26 anos, policial militar de Minas Gerais, que estava em outro veículo, um Fiat Pálio, com munições e uma arma. O outro preso é Rafael dos Santos Nunes, de 28 anos, que dirigia o carro. Com ele foi encontrado um celular.

As prisões ocorreram na quarta-feira à noite, após o trio tentar escapar da abordagem de policiais militares rodoviários estaduais, no posto localizado em Sidrolândia. O Pálio foi parado por policiais já na entrada de Campo Grande e o Fiat Strada na região rural.

Quando o Fiat foi vistoriado pelos policiais, não foi encontrado nada. Os três forma levados para a Polícia Civil, que durante a madrugada e ontem cedo fez novas diligências na região onde estava o carro e encontrou a droga, as munições e as armas, calibre 9 mm. Todas estavam carregadas e haviam aidan 4 carregadores.

Em depoimento à delegada Gabriela Stainle, o soldado do Exército admitiu que comprou as armas no Paraguai, e disse que foi coagido a fazer isso. Disse, também, que havia entregue os produtos ainda na fronteira a uma pessoa, e não sabe como eles foram parar na estrada.

Ele negou que fosse o responsável pela droga. A busca pelos materiais foi acompanhada por testemunhas, como informou a Polícia Civil.

O PM foi trazido para o Presídio Militar, o soldado do Exército está em uma dependência da Corporação e o civil ficou preso na delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia.

Sargento do Exército e policial de MG são flagrados com munições na MS-060
Eles estão detidos na delegacia de SidrolândiaO sargento do Exército, Ronei Santos Nunes, e o policial militar, Rafael do Santos Nunes, foram detido...
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...



Muitos dizem que o salario dos pms sao baixos, por isso eles apelam para outras práticas de corrupção. Ledo engano, quem assim pensa. O que está faltando são os valores, uma justiça rápida, e punição merecida.
 
joao marcos em 27/07/2011 11:34:55
Caro Juan Charlymoon, o Exército não tem nada a ver com isso. O que o cara fez foi algo particular dele. E ainda caiu! agora é só cumprir a pena. Com certeza o Exército vai puni-lo e expulsa-lo.
 
Murilo sá em 23/07/2011 09:10:50
Novamente militares envolvidos em problemas ( brigas, desacato a autoridades, bebedeiras, acidentes e agora tráfico de drogas, armas e munições).
Está passando da hora do Exército rever sua tropa...
Desde o mês passado, militares são manchetes nos jornais.
 
juan charlymoon em 22/07/2011 05:00:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions