A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

07/05/2015 08:04

Sem-terra bloqueiam BR-267 em protesto pela volta da reforma agrária

Viviane Oliveira
Sem-terra ocupa desde ontem a sede do Incra em Campo Grande. (Foto: Filipe Prado) Sem-terra ocupa desde ontem a sede do Incra em Campo Grande. (Foto: Filipe Prado)

Um grupo do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) bloqueia desde às 6h de hoje (7), o Km 136 da BR-267, próximo as fazendas Córrego Fundo e Furnas, em Nova Andradina, 300 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), cerca de 100 manifestantes estão no local. Eles liberam o trânsito apenas para veículos de emergência e cargas perecíveis.

Ontem, cerca de 400 integrantes de movimentos sindicais rurais ocuparam a sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Mato Grosso do Sul. Eles reivindicam a retomada da reforma agrária e exigem a presença de um representante federal para continuar processo de reforma agrária, parado há quatro anos, segundo eles. Os manifestantes afirmam que não tem data para deixar o prédio.

Marcha - Um grupo de 700 pessoas saiu em marcha de Anhanduí na sexta-feira (1) e chegou nesta quarta-feira (5) em Campo Grande, onde realizaram uma série de protestos. A "Marcha da classe trabalhadora" quer chamar a atenção contra a PEC 215, ligada à demarcação de terras indígenas, e ao PL 4330, que é o projeto de lei da terceirização, além de argumentar contra a redução da maioridade penal. Os participantes também pedem agilidade nos processos de reforma agrária popular e na demarcação de terras indígenas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions