A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

08/05/2011 21:31

Sexo e drogas envolvem morte de policial militar em Dourados

Ítalo Milhomem
Tiroteio ocorreu em condomínio de classe média, em Dourados. (Foto Dourados Agora)Tiroteio ocorreu em condomínio de classe média, em Dourados. (Foto Dourados Agora)

O policial federal Leonardo de Lima Pacheco, de 35 anos, baleado neste domingo em Dourados, é suspeito de ser o assassino do policial militar Sandro Alves Morel, 36 anos e de ter atirado contra outro PM, José Pereira de Souza, 29 anos, que também ficou ferido. Sandro morreu ao ser atingido por cinco no peito e um no pescoço.

De acordo com as informações apuradas pelo site Dourados News, a confusão teria começado quando Leonardo fez uma proposta à uma guarda municipal, por meio do programa de mensagens na internet, conhecido como MSN.

Ele é acusado de propor sexo em troca de drogas à mulher, sem saber que conversava com uma servidora da segurança municipal.

A jovem acionou a Policia Militar, por meio do Ciops (Centro Integrado e Operações), que repassou as informações para o serviço de inteligência da PM.

Na tarde deste domingo, os policiais Sandro e José, acompanhados pela guarda municipal, foram até o apartamento do policial federal, no residencial Indaiá, como combinado, para fazer o flagrante da entrega da droga.

Leonardo permitiu a entrada da guarda municipal e do policial Sandro, que se identificou como militar. O policial federal teria então recuado alguns passos e sacado o revólver, efetuou seis tiros contra o policial que morreu no local.

Após os tiros, o policial José percebeu a situação entrou no apartamento e atirou contra Leonardo, que foi ferido na barriga, mas mesmo assim conseguiu revidar e acertar o PM com tiro na perna.

O tiroteio ocorreu em residencial de classe média do Jardim Flórida e assustou os moradores que foram para frente do prédio acompanhar o trabalho da Polícia.

Segundo o site do jornal O Progresso, dois computadores foram apreendido, um na casa do agente federal e outro da servidora do Município. Leonardo de Lima Pacheco é da PF desde 2008. A guarda municipal envolvida no caso também é membro da diretoria da associação da Guarda Municipal de Dourados.

O agente federal está internado no hospital Santa Rita de Dourados, sob custódia da Polícia Civil e deverá ser autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio.

O caso está sendo acompanhado pelo comandante de Dourados, coronel José César de Souza Arar, pelo delegado da Polícia Federal de Dourados, Bráulio Galoni e pelos delegados da Polícia Civil de Dourados Sandro Márcio Pereira e João Alves de Queiroz.




Todos estão errados, 1° a guarda municipal o que ela tinha que se oferecer na internet. 2° O que os policiais militares e faziam na residencia do PF sem mandato judicial. Fazer o fraglante para pedir suborno, é óbvio. 3° O PF é muito burro mesmo oferecer droga para vagabunda pela internet ainda......Tiro pela culatra, menos os que matou o PM.

 
JOAQUIM PEREIRA DE ALMEIDA em 11/05/2011 11:07:00
Oferecer drogas pela internet em troca de sexo!. isto é muito serio, e deve ser investigado a fundo pelas instituições, e acompnhado de perto pela imprensa, se ele não sabia a quem estava oferecendo poderia ser uma criança do outro lado, isto é vergonhoso, pois a institução que este camarada serve(PF), vem dando muitos bons exemplos no combate a este tipo de crime, e ele não pode manchar isto
 
marcelo mariano em 09/05/2011 09:46:56
O Dr. Galoni tem que colocar seu serviço interno para vigiar os policiais federal em Dourados/MS. Sei de PF que anda caçando animais silvestres com AR 15. Essa arma é proibida ou não Dr. Galoni?
 
Rinaldo Ribeiro em 09/05/2011 09:30:36
Não entendi porque os policiais do reservado da PM foram atender esta ocorrência... Qual é o papel do reservado da PM? Esta situação não deveria ter sido investigado pela Polícia Civil ou pela corregedoria da PF? E agora? Vai ser um jogo de empurra diante das responsabilidades...
 
Paulo Queiroz em 09/05/2011 09:29:22
É um lástima o que ocorreu com este PM morto, apenas realizava o seu serviço e um malandro que se dizia Policial Federal acaba com a vida de toda uma família no dia das mães! Espero que seja feita justiça pelo trabalhador morto em serviço. Que Deus acalme o coração de sua família.
 
Pedro Henrique em 09/05/2011 09:00:44
AGORA ENTENDI...."TEM GUARDA MUNICIPAL 2" e "PM2" nas INVESTIGAÇÕES CONTRA TRÁFICO EM DOURADOS....INFELIZMENTE POR DESVIO DE SUAS FUNÇÕES OCORRERAM ESTE LAMENTÁVEL FATO.......SE CADA UM ESTIVESSE NO SEU QUADRADO NADA TERIA ACONTECIDO, E NÃO ADIANTA FICARMOS AQUI COM ACUSAÇÕES LEVIANAS.......QUE AGORA SEJA FEITO SERVIÇO CORRETO E QUE SE PUNAM OS CULPADOS......
E QUE ESTE DESVIO DE FUNÇÃO SEJA PROIBIDO E CENSURADO POR QUEM TEM A RESPONSABILIDADE E COMPETÊNCIA PARA TAL.........
 
GILMAR CANDIDO em 09/05/2011 07:45:52
Este PF tá sendo escoltado pela Policia Civil por quê? Escolta quem faz é Militar inclusive lá em Dourados tem um pel Escota. Ele que se prepare, pois policia ele não é, seria um traficante e assassino no minimo, aliás, e no ap dele encontraram a referida droga? Aos que tombaram no cumprimento do dever, fica a bandeira dobrada á familia, e a saudade dos filhos e esposa. Vai com Deus irmão. MESMO COM RISCO DA PRÓPRIA VIDA.
 
Joel Boeri em 09/05/2011 07:19:52
ESSA PF FAZ O QUE QUER, POIS NÃO TEM NINGUEM PARA FISCALIZA-LOS, DEPOIS VEM DIZER QUE É A INSTITUIÇÃO DE MAIOR CREDIBILIDADE NO PAIS. AGENTES QUE DESVIAM DROGAS APREENDIDAS P/ TROCAR POR SEXO E COMETEM HOMICIDIOS NA CERTEZA DA IMPUNIDADE ( POIS O CORPORATIVISMO LHE INOCENTARÁ C/ TODA A CERTEZA DO MUNDO) NÃO PODEM DE MODO ALGUM TER ESSE CONCEITO SOCIAL DIVULGADO PELA MIDIA. DEPOIS AINDA FALAM EM ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO, IGNORANDO ESSAS BARBARIDADES. SE FOSSE DE OUTRA POLICIA JA ESTARIA PRESO E DEMITIDO, MAS COMO É PODEROSO PF PODE DELINQUIR Á VONTADE ( ACABA EM PIZZA ) !!!
 
rafael amaral em 08/05/2011 11:52:28
Engraçado, quando saiu as primeiras informações, os Policiais Militares eram os possíveis autores, agora com a elucidação dos fatos, já começou a aparecer a verdade e vejamos agora o que a sociedade vai falar e fazer a respeito deste Policial Federal, que se julgam os mais preparado. Acabamos de ver o contrário, isso significa que salário alto não melhora ninguém, o que faz um bom funcionário é sua dignidade.
 
Cristiano Rocha Dias em 08/05/2011 10:51:35
De novo a policia inteligente da PM.......afff
Não era pra acabar com as tais investigações............ONDE FICA A POLICIA CIVIL.....A JUDICIÁRIA...?????? A QUEM TEM REALMENTE A FUNÇÃO DE INVESTIGAR.....
E OUTRA COISA....ESSA HISTÓRIA TA MAL CONTADA.....
 
GILMAR CANDIDO em 08/05/2011 10:23:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions