A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

28/07/2015 14:40

Técnicos iniciam hoje limpeza e manutenção do canal de rio Paraguai

Priscilla Peres
Técnicos farão manutenção até o fim do ano. (Foto: Divulgação/Ahipar)Técnicos farão manutenção até o fim do ano. (Foto: Divulgação/Ahipar)

A Ahipar (Administração da Hidrovia do rio Paraguai) iniciou hoje uma operação de limpeza e manutenção do canal navegável do principal rio da bacia pantaneira. Até o fim do ano, a equipe vai percorrer o rio Paraguai intervindo em pontos críticos, que concentram bancos de areia e dificultam a navegação.

Veja Mais
Com destino a São Paulo, jovem é preso com 60 kg de cocaína
PMA fecha posto de combustível e multa proprietário em R$ 50 mil

A equipe de manutenção, formada por 40 pessoas e maquinário saíram hoje de Corumbá e só devem retornar em dezembro. Nesse período vão percorrer uma extensão de 120 km do rio e além da manutenção do canal, farão o monitoramento ambiental e o levantamento batimétrico de conferência de rotas de navegação, atendendo às condicionantes da licença ambiental de operação do Ibama.

Segundo a Ahipar, o rio Paraguai tem uma extensão de 670 km entre Cáceres e Corumbá e o serviço de limpeza do canal, em pequenos trechos, é realizado anualmente, visando a melhoria das condições de tráfego das embarcações e a segurança dos usuários.

Mudanças - As intervenções da Ahipar na via ocorrem durante o processo de mudanças institucionais das oito administrações hidroviárias do Ministério dos Transportes, as quais, recentemente, passaram a ter vínculo diretamente ao Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), dentro da área aquaviária, com o encerramento do convênio com a Codomar (Companhia Docas do Maranhão).

Com a extinção da Portobras, no início dos anos de 1990, as administrações hidroviárias passaram ao vínculo da Codesp (Companhia Docas de São Paulo) e, posteriormente, à Codomar. Agora, ficarão subordinadas ao Dnit e, no caso da Ahipar, à superintendência regional do órgão em Campo Grande. A Ahipar, chefiada por Marcos de Souza Martins e com as operações a cargo do engenheiro Samuel Van Der Lan, passa por uma reestruturação.

As atribuições da Ahipar em relação ao Rio Paraguai passam a ser estritamente de manutenção e limpeza do seu canal, cujo trabalho rotineiro deverá se estender também para o tramo sul (Corumbá-Porto Murtinho). Desde 2009, a Ahipar deixou de executar o serviço de manutenção da sinalização náutica (de margem, faroletes e bóias) no tramo norte, responsabilidade esta assumida pelo 6º Distrito Naval da Marinha, em Ladário.

Homem é esfaqueado e encontrado morto em frente de casa
Almir Caetano Lima, 39, foi encontrado morto com sinais de esfaqueamento na barriga, às 7h deste sábado (3) no bairro Cascatinha II em Sidrolândia, d...
Sobrinho mata tio com facada no coração e se entrega para polícia
Elpídio Corrêa Mendes, 39, foi morto esfaqueado pelo sobrinho, Tiago Corrêa Mendes, 20, na manhã deste sábado (3) em Naviraí, distante 366 km de Camp...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions